• Farra muito doida por Fausto Wolff

    (…) Como é bom, Entre o tanto e o que jamais Chegou a existir, Estar aqui. Quase terra, quase pranto, quase nada. Ser e existir assim desse jeito camarada Que abraça o tudo e o nada. Não dá pé (…) Estás no meio da onda, Companheiro. E é aí, Entre a escuridão e o sol, Que as coisas se explicam. Entre a atração

    Ler mais