• Chet Baker: o gênio branco do jazz

    Em 23 de dezembro de 1929, nasceu o trompetista e cantor Chet Baker em Oklahoma. Em meio a uma quantidade absurda de gênios negros no jazz, Chet é um dos poucos brancos que pode ser comparado a feras como Miles e Coltrane. Chet viveu até os dez anos em uma fazenda e no final dos anos 30, mudou-se para Los Angeles e começou

    Ler mais

  • Exposição sobre Camus em Sampa

    No centenário do escritor argelino Albert Camus, o Centro Universitário Maria Antonia USP organiza a exposição O país da desmedida: Camus no Brasil, na região central da cidade de São Paulo. A mostra reúne material coletado sobre a passagem de Albert Camus pelo Brasil em 1949. Há relatos de intelectuais brasileiros como Manuel Bandeira e Otto Lara Resende sobre Camus, fotografias e depoimentos recentes

    Ler mais

  • Senado devolve simbolicamente mandato de Jango

    O Senado Federal tentou reparar sua conivência com o golpe militar de 1964. Hoje, o presidente João Goulart recebeu, de forma simbólica, o mandato de presidente da República em sessão solene. Jango foi destituído do cargo pelo golpe militar em 2 de abril de 1964. A devolução do mandato veio por meio do projeto dos senadores Pedro Simon (PMDB-RS) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP),

    Ler mais

  • O AI-5 mergulhou o país na escuridão

    Em 13 de dezembro de 1968, o governo militar do Marechal Costa e Silva baixava o Ato Institucional número 5, o infame AI-5. Entre as resoluções do AI-5, o governo fechou o Congresso Nacional, deu-se a prerrogativa de suspender os direitos políticos de qualquer cidadão por 10 anos, cancelou o habeas corpus para crimes políticos e proibiu atividades e manifestações. Quem se atrevesse,

    Ler mais

  • I Copa Rebelde dos Movimentos Sociais

      O Comitê Popular da Copa organiza a I Copa Rebelde dos Movimentos Sociais, no dia 15 de dezembro, no espaço da antiga rodoviária, no bairro da Luz, centro da cidade de São Paulo, a partir das 10h. A competição foi realizada para questionar o descaso social da Copa do Mundo a ser realizada no próximo ano. Segundo o blog do campeonato, “a

    Ler mais

  • Entre a fome e o combustível

    Em meio ao anunciado fim da era do petróleo e da redenção energética através da biologia e da agricultura, o economista, engenheiro e diretor da École Supérieure d’Agriculture d’Angers, na França, Bruno Parmentier, pesquisdor sobre o futuro da alimentação, vem tirando o apetite dos estrategistas europeus, desde que lançou o livro Nourrir l’Humanité (Nutrir a Humanidade, editora La Découverte). No best-seller, ainda sem tradução em português, ele acena com

    Ler mais

  • JK foi assassinado, afirma Comissão da Verdade de SP

    A Comissão da Verdade da Câmara de Vereadores da cidade de São Paulo afirmou no dia 10 de dezembro de 2013 que o presidente Juscelino Kubitschek foi assassinado em 22 de agosto de 1976. Segundo a versão oficial, JK foi vítima de acidente na Dutra. As suspeitas de assassinato em complô armado pela ditadura militar sempre cercaram a morte do ex-presidente. “Há indícios incontestáveis de que o

    Ler mais

  • A volta de Rubem Fonseca ao mundo embrutecido

    Em Amálgama, novo livro de contos de Rubem Fonseca, o freak show é composto por uma vasta galeria de figuras perturbadas: mãe que joga o bebê aleijado no lixo, o assassino profissional que poupa anões, outro que tem medo de anões, homem feio apreciador de bocetas, o matador de gatos, um que tira a vida de corretores de imóveis e, por aí vai.

    Ler mais

  • Festa de fim de ano do Barão

    O Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, que luta pela democratização da comunicação, convida a todos para a sua confraternização de final de ano. A festa será no Café dos Bancários (rua São Bento, 413), no centro de São Paulo, no dia 10 de dezembro, a partir das 17h.  Leia o texto sobre o genial Barão de Itararé que batiza o Centro.  O

    Ler mais

  • Um gênio sem lâmpada

    Ontem (domingo), primeiro de dezembro, um dos maiores ícones da história do cinema, Woody Allen, fez 78 anos. Allen Stewart Konigsberg é premiado diretor da sétima arte, o cinema. De estilo excêntrico, ele ficou conhecido primeiramente em 1964 como comediante por aparições em programas televisivos e por sua crítica sempre bem humorada em jornais e rádios. Mantendo a incrível média de um filme

    Ler mais