• león ferrari entre ditaduras

    Exposição do iconoclasta León Ferrari no MASP

    por Fernando do Valle Considerado um dos maiores artistas plásticos argentinos, León Ferrari foi um severo crítico do cristianismo e da ditadura (1976-1983) em seu país, que assassinou um de seus filhos. O curioso é que para fugir de uma ditadura, Ferrari escolheu outro país que amargava sina semelhante, Ferrari viveu por aqui entre 1976 e 1991. Quando retornou ao seu país, doou

    Ler mais

  • A nova escravidão

    por Elaine Tavares Sempre que se fala em escravidão, vem à mente a cena do negro, acorrentado, vindo para a América nos navios negreiros do século 17 e 18. Naqueles dias, durante o processo de invasão e dominação dos territórios africanos e americanos, esse era o grande negócio. Usar as pessoas como mão de obra barata para a acumulação de riqueza. Portugal e

    Ler mais

  • Por que só agora a Lava Jato chegou a Cunha?

    por Guilherme Scalzilli Os indícios de que Eduardo Cunha possui contas no exterior são conhecidos pela Justiça há meses. As investigações começaram já em abril na Suíça, e poderiam ter ocorrido antes, se as autoridades brasileiras tivessem reagido às primeiras suspeitas. Enquanto os réus da Lava Jato e seus familiares eram presos com uma afoiteza que até prejudicou inocentes, Cunha seguiu ocupando o terceiro

    Ler mais

  • A morte de Vladimir Herzog e o Brasil que não queremos

    por Fernando do Valle Noite de 24 de outubro de 1975, agentes da ditadura chegam à redação da TV Cultura com a ordem de levar o diretor de jornalismo da TV Cultura, Vladimir Herzog, para depor sobre suas ligações com o PCB – Partido Comunista Brasileiro no II Exército. Iniciou-se ali uma negociação entre os jornalistas da redação e os agentes para que

    Ler mais

  • #PEC215Não

    A luta contra a PEC 215

    por Elaine Tavares – no IELA No sistema capitalista de produção a humanidade só tem sentido se estiver a serviço das coisas. Da mesma forma, os trabalhadores em geral só são considerados como produtores de coisas que, por sua vez, farão a riqueza daqueles que são os donos dos meios de produção. A vida da pessoa que produz coisas para os donos das empresas

    Ler mais

  • sonegação fiscal brasil

    Sonegação: o realismo mágico das finanças

    Entre 1960 e 1970, cerca de 24 bilhões de dólares desapareceram da economia brasileira, entre 2000-2009, essa cifra disparou a 500 bilhões.  Marcelo Justo – da Agência Carta Maior Jacarta – O congresso anual da Coalizão pela Transparência Financeira (FTC, em sua sigla em inglês), que se encerrará nesta quarta-feira, em Jacarta, é um abecedário do realismo mágico das finanças globais. Neste mundo paralelo,

    Ler mais

  • La Rochefoucauld

    10 máximas de La Rochefoucauld

    por Fernando do Valle Cínico, ácido, humorista, pessimista, filósofo, o duque francês La Rochefoucauld foi sobretudo um dos maiores frasistas de que se tem notícia. Muitas delas (ele as apelidou de máximas) repetimos até hoje sem o devido crédito. Boa parte de sua verve encontra-se no livro “Reflexões ou sentenças e máximas morais”, que apareceu pela primeira vez em 1664. O nobre era frequentador

    Ler mais

  • traabalhismo brasileiro

    Alberto Pasqualini e o Trabalhismo como a única alternativa viável de esquerda dentro do capitalismo

    por Cássio Moreira Alberto Pasqualini pode ser considerado o maior teórico do trabalhismo brasileiro, deixou uma obra extensa, como por exemplo as “Diretrizes Fundamentais do Trabalhismo Brasileiro”. Pasqualini sustentava que o principio do trabalhismo é o de que nenhum ganho é justo desde que não corresponda a uma atividade socialmente útil. Nem sempre o que constitui um ganho legal é um ganho justo,

    Ler mais

  • democracia na mídia

    Sem mídia democrática não há democracia

    A democracia no Brasil corre perigo enquanto o Estado não enfrentar o monopólio midiático e não construir políticas públicas para promover a pluralidade Do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação – Agência Carta Maior Em 2015, comemoramos 30 anos do início da redemocratização do Brasil e 27 anos da promulgação da Constituição Cidadã. Nestes anos, temos buscado os caminhos para a construção de

    Ler mais

  • harriet tubman escravidão estados unidos

    A luta de Harriet Tubman contra a escravidão nos Estados Unidos

    por Elaine Tavares Era uma dessas desgraçadas noites de senzala no ano de 1819. Uma negra escrava, entre dores, dava à luz a uma menina. Seus dedos magros a acolheram e apertaram. Mais uma para sofrer. Mas, naquela madrugada, no pequeno condado de Dorchester, no estado de Maryland, Estados Unidos, a menina que arejava os pulmões com gritos fortes não carregaria o peso

    Ler mais

  • taiguara 70 anos

    Taiguara livre e senhor de si

    por Fernando do Valle Uruguaio de nascimento, Taiguara Chalar da Silva, o Taiguara, foi um dos mais combativos cantores brasileiros. Em tupi, Taiguara significa “livre, senhor de si”, seu pai Ubirajara, bandeonista e sua mãe, a cantora Olga acertaram na escolha do nome do filho. Duramente perseguido pela censura da ditadura militar, o músico teve 68 de suas músicas censuradas. Se estivesse vivo,

    Ler mais

  • Caravela”, homenagem a Vasco da Gama, de Chico Liberato

    Monumentos degradados viram objetos não identificados

    por Albenísio Fonseca Monumentos são ‘tatuagens’ históricas no corpo das cidades. No caso de Salvador, primeira capital do Brasil, a homenagem perene a personalidades marcantes na memória da nossa urbanidade, seja em estátuas, bustos ou peças sob livre criação de artistas, tem sido alvo de degradação ou perda da sinalização identificadora, dada a falta de manutenção por parte do poder público; roubo, inclusive

    Ler mais

  • angeli o idiota

    O idiota não tem dúvidas

    por Fernando do Valle O idiota quer matar bandido, petista, imigrante, índio, “tudo aquilo que não presta”, como disse um deputado gaúcho, idiota de alta patente. O idiota acredita no patrão, no apresentador celerado da televisão e até no patinho da FIESP. O idiota acredita que “todo político rouba”, outro dia estacionou na vaga de idoso no banco, “era rapidinho”. O idiota não

    Ler mais

  • Não parece golpe, mas é

    por Guilherme Scalzilli A oposição espalha artigos e depoimentos pretensamente “esclarecidos” para reforçar a imagem democrática de um possível impeachment de Dilma Rousseff. Como estratégia militante, é simplória e previsível. Como exercício intelectual, resvala na desonestidade. Uma característica histórica da propaganda antidemocrática é a alegação da defesa de princípios constitucionais. Não por acaso, os discursos pseudolegalistas de hoje repetem os dos golpismos do século passado, particularmente de

    Ler mais

  • O resumo de tempos idos (ou não) com o cartunista Fortuna

    Com economia de traços, os desenhos de Fortuna sintetizavam com fina ironia o cenário político e comportamental brasileiro. Seus trabalhos ocuparam as páginas da imprensa, tanto da alternativa como da tradicional, entre os anos 60 e 90: PIF-PAF, O Cruzeiro, O Pasquim, Correio da Manhã, Folha de S Paulo, Senhor, entre outras. O cartunista e professor Gilberto Maringoni conta que para conseguir desconto no preço dos

    Ler mais