• notícias falsas

    As “fake news” não são um fenômeno passageiro

    por Carlos Castilho Quem acha que a desinformação e as notícias falsas (fake news) são um fenômeno passageiro pode ir se preparando para conviver com elas por um longo tempo. Ambas são consequência de uma ruptura de modelos de produção, gestão e disseminação de informações que está afetando todo o modo de vida da sociedade contemporânea. A criminalização das fake news não resolve as incertezas

    Ler mais

  • corrupção na ditadura

    Médici corrupto

    por Carlos Fico O ex-presidente Médici é pouco estudado, mas muito lembrado. Deixou raros documentos e entrevistas, mas sua memória é cultuada por muitos. É lembrado por ter presidido o “milagre brasileiro” (altas taxas de crescimento do PIB entre 1969 e 1973). Sua popularidade cresceu com a conquista da Copa do Mundo em 1970 pelo Brasil. Era aplaudido nos estádios de futebol. Nas

    Ler mais

  • A nova função da notícia na guerra por corações e mentes

    por Carlos Castilho Vocês já notaram como a TV Globo aumentou a frequência na divulgação de mensagens não comerciais envolvendo temas como direitos da mulher, respeito às diversidade social, igualdade de sexos, importância do agronegócios? A mesma estratégia está sendo utilizada por instituições governamentais como a justiça eleitoral, ministério público, sem falar na publicidade de empresas privadas. Trata-se da nova modalidade de apropriação de ideias,

    Ler mais

  • caos na saúde

    Saúde aos pedaços

    por Elaine Tavares O desmonte sistemático da máquina pública e o sucateamento dos serviços públicos, única via de acesso da maioria da população para a saúde, educação, moradia e segurança, voltou a colocar o Brasil no mapa da fome e da morte por doenças que já deveriam ter sido erradicadas. O Ministério da Saúde, órgão oficial do governo, divulgou que o índice de

    Ler mais

  • pussy riot putin

    Em protesto contra Putin, Pussy Riot invade o gramado na final da Copa do Mundo

    por Fernando do Valle No segundo tempo da final da Copa do Mundo entre Croácia e França, quatro integrantes do coletivo feminista Pussy Riot protestaram contra o governo Putin invadindo o gramado vestidos de policiais. Três mulheres e um homem foram presos e divulgaram um manifesto em que acusam Vladimir Putin, que estava no estádio de Moscou, de prisões políticas. No manifesto, Pussy

    Ler mais

  • ngmar bergman 100 anos

    O rosto no cinema de Ingmar Bergman por Gilles Deleuze

    por Roberto Acioli de Oliveira “O quanto se é tentado a se deixar prender aí, a se embalar aí, a se agarrar a um rosto…” Gilles Deleuze e Felix Guattari Mil Platôs, vol.3, p. 56. O que os closes de rostos podem nos mostrar nos filmes de Ingmar Bergman? Pensemos uma articulação entre o rosto e a noção de Corpo sem Órgãos, desenvolvida por Gilles Deleuze e

    Ler mais

  • luta dos trabalhadores

    A luta necessária dos trabalhadores hoje

    por Elaine Tavares Tarde de quinta-feira. O posto da Caixa Econômica Federal, um dos bancos públicos brasileiros, está lotado. São quase 100 pessoas sentadas nos bancos azuis, com olhar perdido no vazio, esperando. Antes de entrar, precisam passar pelo constrangimento de esvaziar suas bolsas ou colocá-las num escaninho que, mesmo na agência central, parece coisa do século passado. Leva-se pelos menos uns 10

    Ler mais

  • Fundamentalismo econômico

    por Frei Betto O passado costuma ser conhecido por eras, como as dos coletores e caçadores, agricultores nômades e sedentários etc. Eras do cobre, do bronze, do ferro… A antiguidade grega se destaca como era do nascimento da filosofia (embora ela tenha outra mãe além da grega, a chinesa), assim como a República romana se destaca como a era do direito. Como a

    Ler mais

  • notícias falsas

    As “fake news” como estratégia eleitoral

    por Carlos Castilho Ao que tudo indica não vamos discutir apenas candidaturas e propostas na campanha eleitoral para a votação do dia 7 de outubro. As notícias falsas, mais conhecidas pela expressão inglesa fake news, também entrarão no debate porque os candidatos e líderes partidários já incorporaram a manipulação informativa e o questionamento de credibilidade como estratégias eleitorais tão ou mais eficientes do que a

    Ler mais