• 27 de fevereiro Lawrence Durrell

    E Santos fez Lawrence Durrell lembrar de Rimbaud

    Em dezembro de 1948, o romancista, poeta e dramaturgo indo-britânico Lawrence Durrell visitou a cidade de Santos. Na época, ele trabalhava como diretor do Conselho Britânico na cidade de Córdoba, na Argentina, e veio ao Brasil a trabalho.  O escritor Lawrence George Durrell nasceu em 27 de fevereiro na cidade de Jullundur, norte da Índia (próximo ao Tibete) e morreu em 7 de Novembro de

    Ler mais

  • ditadura militar

    Nem só as mães eram infelizes na ditadura militar

    “Cabelo comprido e minissaia. Se tivéssemos proibido, se todas as mães do mundo tivessem proibido essa liberdade quando começou, protegido os corpos de nossos filhos, se nós tivéssemos proibido que eles se juntassem para aquelas danças de uns anos atrás eles não estariam assim, loucos, se nós tivéssemos proibido a pílula, proibido que se falasse em pílula nos jornais, meu Deus, se eu

    Ler mais

  • Pussy Riot escancara os abusos do governo Putin

    A banda Pussy Riot mostrou que a temporada na prisão não esmoreceu sua luta contra o governo Putin. Elas escolheram a cidade de Sochi, onde são realizadas as Olimpíadas de Inverno, para a execução de sua nova música/protesto e foram recebidas a chicotadas pela polícia. As músicas da banda foram presas em março de 2012 e libertadas em dezembro de 2013 sob a

    Ler mais

  • Luther Blissett de olho na grande mídia brasuca

    A mentira e a manipulação de mentes menos atentas virou o padrão do trabalho diário de grande parte da midiazona. Em busca de seus objetivos comerciais, políticos e ideológicos, ela incentiva o pânico (quando lhe convém), entorpece os sentidos e teme o debate igualitário e a reflexão coletiva. As exceções só confirmam a regra. Cansados de situação similar a que passamos por aqui,

    Ler mais

  • 50 anos do golpe militar: Instituto Moreira Salles revive o clima cultural de 64

    O Instituto Moreira Salles (IMS) do Rio de Janeiro dedica boa parte de sua programação deste ano a eventos relacionados ao clima cultural de 1964, ano do golpe militar, que completa 50 anos no próximo mês. O projeto denominado Em 1964 conta com uma exposição que faz o visitante reviver o momento do golpe militar de 1964. Com base em seu extenso arquivo

    Ler mais

  • O beat William Burroughs e o rock

    Imortalizado como a figura beat por excelência, o escritor William Burroughs virou, em suas últimas décadas de vida, um verdadeiro oráculo do mundo do rock. O velho Bill participou de clipes de bandas como Sonic Youth e Ministry, entrevistou David Bowie para a Rolling Stone norte-americana. E não parou por aí: Kurt Cobain acompanha Burroughs na leitura de um de seus escritos e

    Ler mais

  • Henfil e as Diretas JÁ!

    O cartunista e jornalista Henfil foi quem chamou pela primeira vez o movimento pelas eleições diretas para presidente de Diretas Já. Henfil morreu em 4 de janeiro de 1988 e, infelizmente, não presenciou o brasileiro votar para presidente da República depois de quase três décadas, o que só aconteceu em 1989. Durante o período dos comícios das Diretas Já nos primeiros meses de

    Ler mais

  • O lírico jazz de Stan Getz e a música brasileira

    Foi o guitarrista Charlie Byrd quem apresentou a música brasileira ao saxofonista Stan Getz e, em 1962, ambos gravaram o disco Jazz Samba. No ano seguinte, o judeu-americano Getz, apaixonado pela música brasileira da época, convocou João Gilberto, Astrud Gilberto e Tom Jobim e gravou o memorável Getz/Gilberto. O álbum, que completou no ano passado 50 anos de gravação, tornou-se um clássico e

    Ler mais

  • Gandhi: o mestre do protesto

    O indiano Mohandas Karamchand Gandhi, o Mahatma (“grande alma”), conquistou a independência política da Índia ao pôr em prática duas ideias que orientaram sua luta por direitos humanos e liberdade. A primeira foi a Ahinsa (“não-violência”) em que a busca por qualquer objetivo, por mais digno que seja, não justifica qualquer uso de meios violentos. A segunda foi a Satyagraha (“o caminho da

    Ler mais

  • Todo coração é um célula revolucionária

    O filme alemão The Edukators, lançado em 2004, do diretor Hans Weingartner, já mostrava a insatisfação de parte da juventude europeia. A ideia dos três edukadores protagonistas do filme baseia-se em invadir mansões e modificar os móveis de lugar. Não roubam nada, mas criam a sensação de insegurança naqueles que se consideram inatingíveis. Em uma espécie de “rebeldia da nova arquitetura poética”, o

    Ler mais

  • Mostra de arte para a criançada em Sampa

    Se você não sabe para onde levar seus filhos nas férias, aí vai um dica: a Caixa Cultural apresenta a Mostra de Arte Contemporânea em Literatura Infantil. Na mostra, mais de 70 obras de ilustração e artes plásticas com base em histórias conhecidas pelas crianças. Originalmente criadas para livros infantis, as obras são assinadas por artistas do Brasil (Fernando Vilela, Renato Moriconi e

    Ler mais

  • Jovens indignados de Alphaville organizam movimento

    Com peitos estufados sob camisetas Abercrombie e Hollister, jovens integrantes do movimento Alphaville em Itaquera criam polêmica. Organizado pela elite paulista, a iniciativa tem sido considerada uma reação de jovens bem nascidos aos recentes acontecimentos em shoppings. Leia texto da página do evento organizado pelo movimento em uma rede social:  “No próximo domingo, às 17h, no Shopping Itaquera, Alphaville irá invadir a periferia. Em

    Ler mais

  • O nosso eterno Festival de besteira que assola o país

    Basta um breve passeio pelos jornais, twitter ou facebook, para constatar que o FEBEAPÁ (Festival de Besteira que assola o país) continua mais ativo do que nunca. O festival foi criado por Stanislaw Ponte Preta, pseudônimo do escritor e jornalista Sérgio Porto. Escritos por Stanislaw Ponte Preta, os três volumes do FEBEAPÁ foram publicados entre 1964 e 1968 e atacavam em forma de

    Ler mais

  • mulheres ditadura militar

    Documentário revive as origens do golpe militar

    O documentário 1964, um golpe contra o Brasil, do jornalista Alípio Freire, recria o clima da época do golpe militar de 1964. Lançado em março de 2013, o documentário foi realizado em parceria entre o Núcleo Preservação da Memória Política e a TVT – Televisão dos Trabalhadores. Leia texto sobre o “O dia que durou 21 anos”, filme que também aborda o golpe de

    Ler mais

  • Chet Baker: o gênio branco do jazz

    Em 23 de dezembro de 1929, nasceu o trompetista e cantor Chet Baker em Oklahoma. Em meio a uma quantidade absurda de gênios negros no jazz, Chet é um dos poucos brancos que pode ser comparado a feras como Miles e Coltrane. Chet viveu até os dez anos em uma fazenda e no final dos anos 30, mudou-se para Los Angeles e começou

    Ler mais

  • Exposição sobre Camus em Sampa

    No centenário do escritor argelino Albert Camus, o Centro Universitário Maria Antonia USP organiza a exposição O país da desmedida: Camus no Brasil, na região central da cidade de São Paulo. A mostra reúne material coletado sobre a passagem de Albert Camus pelo Brasil em 1949. Há relatos de intelectuais brasileiros como Manuel Bandeira e Otto Lara Resende sobre Camus, fotografias e depoimentos recentes

    Ler mais

  • Senado devolve simbolicamente mandato de Jango

    O Senado Federal tentou reparar sua conivência com o golpe militar de 1964. Hoje, o presidente João Goulart recebeu, de forma simbólica, o mandato de presidente da República em sessão solene. Jango foi destituído do cargo pelo golpe militar em 2 de abril de 1964. A devolução do mandato veio por meio do projeto dos senadores Pedro Simon (PMDB-RS) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP),

    Ler mais

  • O AI-5 mergulhou o país na escuridão

    Em 13 de dezembro de 1968, o governo militar do Marechal Costa e Silva baixava o Ato Institucional número 5, o infame AI-5. Entre as resoluções do AI-5, o governo fechou o Congresso Nacional, deu-se a prerrogativa de suspender os direitos políticos de qualquer cidadão por 10 anos, cancelou o habeas corpus para crimes políticos e proibiu atividades e manifestações. Quem se atrevesse,

    Ler mais

  • I Copa Rebelde dos Movimentos Sociais

      O Comitê Popular da Copa organiza a I Copa Rebelde dos Movimentos Sociais, no dia 15 de dezembro, no espaço da antiga rodoviária, no bairro da Luz, centro da cidade de São Paulo, a partir das 10h. A competição foi realizada para questionar o descaso social da Copa do Mundo a ser realizada no próximo ano. Segundo o blog do campeonato, “a

    Ler mais

  • JK foi assassinado, afirma Comissão da Verdade de SP

    A Comissão da Verdade da Câmara de Vereadores da cidade de São Paulo afirmou no dia 10 de dezembro de 2013 que o presidente Juscelino Kubitschek foi assassinado em 22 de agosto de 1976. Segundo a versão oficial, JK foi vítima de acidente na Dutra. As suspeitas de assassinato em complô armado pela ditadura militar sempre cercaram a morte do ex-presidente. “Há indícios incontestáveis de que o

    Ler mais

  • A volta de Rubem Fonseca ao mundo embrutecido

    Em Amálgama, novo livro de contos de Rubem Fonseca, o freak show é composto por uma vasta galeria de figuras perturbadas: mãe que joga o bebê aleijado no lixo, o assassino profissional que poupa anões, outro que tem medo de anões, homem feio apreciador de bocetas, o matador de gatos, um que tira a vida de corretores de imóveis e, por aí vai.

    Ler mais