• O Equador e o sentido de comunidade

    #ElParoNoPara -Por conta do advento da internet, muita coisa que nos era desconhecia hoje chega com facilidade ao conhecimento. Uma delas é a mobilização indígena do Equador. Há quem se surpreenda ao ver as massas originárias enfrentando com paus e pedras a polícia fortemente armada, ou avançando pelas estradas como se fosse uma força da natureza. Mas, não há qualquer surpresa nisso. O

    Ler mais

  • bolsonaro destruição

    O ataque agora é contra os trabalhadores públicos

    Sempre é preciso repetir. Não há surpresa nas ações do governo federal. Tudo que está fazendo, foi anunciado. Em meio às mentiras escabrosas como a da mamadeira de piroca, estavam também as verdades. Assim que não há nenhuma enganação. O que está sendo feito foi aceito pela maioria dos eleitores que colocou na presidência Jair Bolsonaro. O ódio aos indígenas, aos sem-terra, aos

    Ler mais

  • trabalhadores capitalismo

    Sobre o que somos no capitalismo

    Não há novidades na vida daqueles que não são proprietários, que não pertencem à classe dominante. Seu cotidiano é o do não-ser. Eles não existem como pessoas, que têm nome, sobrenome, filhos, sonhos. Não. O que não faz parte do 1% que domina é considerado um número, uma estatística, um receptáculo de força de trabalho. Nada mais. Mesmo os alto executivos, que dependem

    Ler mais

  • amazõnia desmatamento

    A Amazônia e os interesses em jogo

    A região amazônica foi a última a ser invadida no período colonial. Era um espaço hostil para os espanhóis e portugueses e só apareceu como um lugar viável para os não-originários quando veio o ciclo da borracha, no final do século XIX. Ou seja, quando se descobriu que da seringueira brotava uma espécie de ouro, a borracha. Os povos que lá viviam começaram então a

    Ler mais

  • índios morte

    A luta contra o genocídio indígena

    “E vocês, da sociedade dos brancos, também podem ajudar  nessa luta. Primeiro, procurando se informar mais sobre a realidade de cada povo. Compreender o povo indígena. Os brancos precisam buscar, lá no fundo do coração deles, a verdade que existe e que tentam esconder”. Aurivan dos Santos Barros, líder Truká O assassinato do cacique Emyra Wajãpi, da etnia Wajãpi, desta vez no Amapá

    Ler mais

  • brasil vertigem

    Brasil, uma vertigem

    Primeiro foi a reforma trabalhista que retirou direitos dos trabalhadores. Todas as vantagens para o patrão. Nada de carteira assinada, nada de multa por demissão sem justa causa, nada de incomodação na justiça, até porque a Justiça do Trabalho também se acabou. A propaganda era boa: o trabalhador estará livre, poderá escolher seus horários. Boa parte das gentes acreditou e vibrou. E veio

    Ler mais

  • reforma da previdência bolsonaro

    Previdência por um fio

    O governo de Jair Bolsonaro está conseguindo colocar em prática todas as propostas feitas em campanha eleitoral. Estava muito claro no seu programa de governo que a intenção era vender o país, destruir todos os ganhos dos trabalhadores e governar para o latifúndio. Foi o que prometeu e é o que vai cumprindo praticamente sem qualquer reação da oposição, a não ser a

    Ler mais

  • agrotóxicos no brasil

    O agrotóxico mata a gente

    Agrotóxicos no Brasil – Uma pessoa é literalmente o que come, já dizia o velho Bataclan, atleta negro e figura lendária em Porto Alegre que desde os anos 1950 pregava a necessidade de uma alimentação saudável, baseada em legumes e hortaliças. Seu lema era “não comemos cadáveres”. Chegou a andar pelo estado fazendo propaganda da alimentação natural, dando cursos e palestras. Uma das

    Ler mais

  • A verdade assassinada

    Verdade assassinada – Sempre foi difícil para as pessoas saber onde se esconde a verdade. Durante muito tempo ela aparecia como revelada por deus. Desde um livro, escrito por sacerdotes de uma igreja, deus falava e estava dito. Poucos eram os que questionavam. E assim, os homens do poder, usando deus como escudo, iam definindo a verdade em seu benefício. Depois, com o

    Ler mais

  • As mil mortes de Marielle

    Marielle – No dia em que foi divulgado o nome dos matadores de Marielle, o que mais se viu nos perfis dos bolsonaristas foram calúnias e mentiras sobre ela. Um verdadeiro horror. Cada um e cada uma, a seu modo, tentando desqualificar essa mulher que vinha lutando bravamente, inclusive pelos policiais militares, que também são vítimas da violência no Rio de Janeiro. São

    Ler mais

  • O jornalismo, a mentira e as redes sociais

    O mundo das redes sociais imprimiu um conceito que tem sido bastante utilizado, principalmente pelos acadêmicos, mas que também encontra espaço entre os descolados que gostam de parecer inteligentes. É o tal do conceito da ‘pós-verdade`.   Na verdade, um embuste, tanto quanto o que parece significar. A pós-verdade seria o uso de informações, no mais das vezes falsas, que buscam tocar a pessoa

    Ler mais

  • A tradição autoritária brasileira

    Tradição autoritária – A geração que viveu depois de encerrada a ditadura civil/militar, a partir de 1984, aparentemente sempre teve a ilusão de que vivia em um país democrático, capaz de caminhar seguro para um tempo de direitos e justiça. Nada mais falso. O Brasil, historicamente, esteve bem mais próximo do autoritarismo do que da liberdade e os tempos ditos “democráticos” também foram

    Ler mais

  • Povos indígenas reagem aos ataques do novo governo

    Os ataques do novo governo aos povos indígenas e a mudança administrativa que joga para a pasta da Agricultura a responsabilidade sobre a demarcação das terras originárias já estão provocando reação imediata das comunidades organizadas e autônomas que sobrevivem e lutam no território nacional. Passados mais de 500 anos da invasão e uma sistemática política de extermínio ainda resistem 305 etnias que ocupam

    Ler mais

  • Ministério da Agricultura regulará demarcação de terras indígenas

    Uma das primeiras medidas provisórias do novo governo (MP 870) foi passar a competência de regularização das terras Indígenas e Quilombolas para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento. A ministra da pasta é Tereza Cristina,  engenheira agrônoma que era deputada federal pelo DEM/MS e líder da Bancada Ruralista no Congresso. Também foi defensora da lei que flexibiliza o uso de agrotóxicos, o

    Ler mais

  • Indígenas no Brasil

    Um mundo em pedaços, mas que caminha! por Elaine Tavares  Darcy Ribeiro já mostrou, através de seus inúmeros livros, que é a fazenda que dá início à sociedade brasileira. E a fazenda é coisa que se fez e se consolidou única e exclusivamente por conta da escravidão. Primeiro com a escravidão dos indígenas e, depois, a dos negros. Os brancos, invasores, não queriam

    Ler mais

  • Jornalismo e mentiras

    por Elaine Tavares A mídia brasileira foi pega de surpresa pelo presidente eleito nas últimas eleições quando este não quis saber de entrevistas nem de jornalistas para falar com seu eleitorado logo depois da vitória. Transmitiu suas palavras direto de casa, pelo celular, na sua rede social, sem mediações. Depois, nos dias que se seguiram chutou o pau da barraca de uma série

    Ler mais

  • Hoje é dia nacional do Saci Pererê

    por Elaine Tavares Até os anos 60 do século passado a vida da gente era completamente imbricada com a natureza. As grandes cidades ficavam muito distantes e as crianças vivenciavam toda a beleza de conhecer e compartilhar as figuras míticas, moradoras das florestas e dos cantos escuros dos lugares onde viviam. Desde pequenos, os meninos e meninas aprendiam que no meio da noite

    Ler mais

  • Comunicação: o uatizapi, sozinho, não muda o mundo

    Teórico da comunicação, o canadense Marshall MacLuhan tem vindo à baila de novo, com seu determinismo tecnológico, pois em função das novas tecnologias que estão transformando o mundo muitos estudiosos da comunicação têm revisitado suas teses. Ele escreveu um livro em 1964 que trazia para o debate a questão dos meios de comunicação, sendo esses meios apresentados como a própria mensagem. Segundo ele

    Ler mais

  • #Elenão: As mulheres na frente

    por Elaine Tavares Nesse sábado, 29, as mulheres brasileiras mostrarão sua força, manifestando-se em todo o país contra a facistização da vida representada pela figura do Bolsonaro. Uma mobilização única, original e poderosa, que unifica os contrários e coloca as gentes em luta contra a violência e o ódio ao outro. Lembro como se fosse hoje a passeata, em Florianópolis, em 20 de

    Ler mais

  • fome no mundo

    Um bilhão de famintos no mundo

    por Elaine Tavares Na última semana, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) divulgou os números da fome no mundo. Quase um bilhão de famintos (821 milhões). E isso considerando os países que dispõem de dados, o que significa que o número pode ser maior. Só no continente africano estão 256 milhões de pessoas passando fome.  Na América Latina,

    Ler mais

  • netflix crítica

    O capitalismo, a banalização e o Netflix

    por Elaine Tavares Foi na televisão que comecei minha vida profissional. Era 1982 e eu era repórter da TV Caxias, em Caxias do Sul. Antes disso não era muito ligada em TV. Mas, depois que fui descobrindo suas entranhas, me apaixonei. Sou fascinada por tudo o que se produz na telinha. Espectadora voraz. Desde as primeiras matérias que produzi já percebi o poder

    Ler mais

Por favor, espere...

Cadastre-se e receba novidades!

Preencha seu email e nome.