• fidel castro morreu

    Meu amigo Fidel

    por Frei Betto  Perco um grande amigo. Nosso último encontro foi a 3 de agosto, quando completou 90 anos. Recebeu-me em sua casa, em Havana, e, à tarde, fomos ao Teatro Karl Marx, onde um espetáculo musical o homenageou. Embora tivesse o organismo debilitado, caminhou sem apoio da entrada do teatro à sua poltrona. Com Fidel, desaparece o último grande líder político do

    Ler mais

  • donald trump imigração

    A caixa de surpresas de Trump

    por Frei Betto Nero pôs fogo em Roma; Hitler na Europa; e pode ser que Trump venha a incendiar o mundo. Não sou fã de Hillary, mas a considerava menos pior. Por conhecer bem os dois candidatos é que quase metade do eleitorado dos EUA se absteve. Como desmiolado, predador sexual, racista e xenóbofo, tudo se pode esperar de um biliardário, dono de

    Ler mais

  • político apolítico

    A política de despolitização da política

    por Frei Betto A direita muda a retórica, não os métodos e objetivos. Para defender o mercado financeiro e os rentistas, adota eufemismos, como chamar o arrocho de ajuste fiscal. Para impor sua ideologia neoliberal, faz a campanha da Escola Sem Partido. Agora a falácia é o Partido Sem Políticos e os Políticos Apolíticos… O Lobo Mau se disfarça de Chapeuzinho Vermelho, e as

    Ler mais

  • pt erros

    Nós erramos

    por Frei Betto Continuo a fazer coro com o “Fora Temer” e a denunciar, aqui na Europa, onde me encontro a trabalho, a usurpação do vice de Dilma como golpe parlamentar. Porém, as forças políticas progressistas, que deram vitória ao PT em quatro eleições presidenciais, devem fazer autocrítica. Não resta dúvida, exceto para o segmento míope da oposição, que os 13 anos do

    Ler mais

  • Cadê os omeletes?

    por Frei Betto No final da década de 1920, o escritor romeno Panait Istrati visitou a União Soviética. Testemunhou, horrorizado, os expurgos de Stálin. Um dirigente comunista tentou convencê-lo de que era necessário o uso de tanta violência para construir o socialismo: “não se pode fazer omeletes sem quebrar os ovos”. O romeno retrucou: “de acordo. Vejo ovos quebrados. Mas onde estão os

    Ler mais

  • de costas para o futuro texto frei betto

    De costas para o futuro

    por Frei Betto Prevê-se que o recuo do PIB brasileiro, este ano, será de 3,2%. O do PIB per capita, 9,1%. Nos países ricos, a média do PIB per capita é, atualmente, de US$ 20 mil. No Brasil era, em junho de 2011, de US$ 13,2 mil. Em junho deste ano, US$ 8,850. Empobrecemos. O PIB teve crescimento médio anual de 2,3% com

    Ler mais

  • frei betto

    Brasil, começar de novo

    por Frei Betto No Brasil, agosto é mesmo o mês do desgosto. Em agosto de 1954, Getúlio Vargas, escorraçado do poder por pressão da Aeronáutica, disparou uma bala contra o próprio coração e saiu “da vida para entrar na história”, como registrou na carta-testamento. Em agosto de 1961, Jânio Quadros renunciou à presidência da República na esperança de voltar ao poder nos braços

    Ler mais

  • escola sem partido

    Escola sem partido?

    por Frei Betto Nada mais tendencioso do que o Movimento Escola Sem Partido. Basta dizer que um de seus propagadores é o ator de filmes pornô Alexandre Frota. O movimento acusa as escolas de abrir espaços a professores esquerdistas que doutrinam ideologicamente os alunos. Uma das falácias da direita é professar a ideologia de que ela não tem ideologia. E a de seus

    Ler mais

  • frei betto esperança

    Meu fio de esperança

    por Frei Betto Sou vivido. Vi o Brasil passar por muitas crises. O suicídio de Vargas, em agosto de 1954, estragou meu aniversário de 10 anos. JK soube, em 1956, contornar a rebelião militar de Jacareacanga. A renúncia de Jânio, em 1961, me levou às ruas pela primeira vez, em defesa da democracia. O golpe militar de 1964 me arrancou da faculdade de

    Ler mais