• Entre a fome e o combustível

    Em meio ao anunciado fim da era do petróleo e da redenção energética através da biologia e da agricultura, o economista, engenheiro e diretor da École Supérieure d’Agriculture d’Angers, na França, Bruno Parmentier, pesquisdor sobre o futuro da alimentação, vem tirando o apetite dos estrategistas europeus, desde que lançou o livro Nourrir l’Humanité (Nutrir a Humanidade, editora La Découverte). No best-seller, ainda sem tradução em português, ele acena com

    Ler mais

  • Easy Rider às avessas

    Pelas estradas, a geração beatnik buscava liberdade. Nos road movies, é na velocidade da viagem que os protagonistas encontram novas perspectivas para a solução dos dilemas de suas vidas. Nas estradas paulistas no último feriado, milhões vivenciaram o inverso dessas experiências: a paralisia total em gigantescos e caóticos estacionamentos, principalmente, no caminho da almejada praia. Em piada conhecida, diz que o paulistano gosta

    Ler mais

  • Os mistérios da madame Blavatsky

    Reza a lenda que a maga Blavatsky possuía vários amigos invisíveis e se irritava com sua família e os criados quando eles não davam atenção a eles. Filha de nobres, a ucraniana Helena Blavatsky, fundadora da Sociedade Teosófica, apresentou dons psíquicos desde criança. Escritora, teóloga e filósofa, Elena Petrovna von Hahn (30 de julho 1831 – 8 de maio 1891) teve educação refinada

    Ler mais

  • Disneylândia para intelectuais na Flip 2013

    O exemplar de Eduardo Galeano descansa solitário na pilha errada na Livraria da Travessa da Flip, a mais cheia que conheci na vida. Duas de óculos o encontram e o disputam. Risadinhas amarelas. “Nossa, aqui é a nossa Disneylândia”. O Galeano volta para a prateleira. Ao contrário dos personagens de Disney, a lista daqui é multifacetada: artistas de rua, intelectuais de barba, hare krishnas

    Ler mais

  • A primavera

    O poeta Marco Piantan (http://www.piantan.blogspot.com.br/) publica pela primeira vez no Zonacurva. Leia poema inspirado pelas manifestações nas ruas de Sampa: A Primavera nasce no coração da terra No fundo escuro dos maiores desejos e surpreende até os mais céticos com o desabrochar de suas flores desperta os corações mais cansados com a delicadeza de seus sonhos acorda do sono profundo todo um povo

    Ler mais

  • Cinco flashes do gigante que acordou

    Flash 1 Na semana passada, a morena de legging colorido e polainas pretas vivia em pânico. Passou a ouvir a CBN e a Jovem Pan AM no caminho para a academia. Se tivesse protesto, perderia a aula de spinning. Nada podia atrapalhar a rotina de exercícios e o regime que já a tinha feito perder três quilos nos últimos dois meses. Flash 2

    Ler mais

  • Procuram-se domésticas

    Com casa e filha para cuidar e faxineira apenas uma vez por semana como ajuda, aceitei após dois meses dica de amiga e apelei para agência de serviços domésticos. Encontro com a primeira candidata agendado. A executiva fez escala na Sephora, calçou salto alto e com vestido de grife chegou acompanhada da senhora negra constrangida com meias-calças grossas de malha e uniforme surrado.

    Ler mais

  • A invasão gringa

    Há algum tempo em Sampa, línguas estrangeiras incorporam-se à paisagem urbana em locais nunca dantes navegados. Casal conversa com o filho em francês na padoca, atletas de final de semana ofegantes em alemão no Parque Villa-Lobos, espanhol versus portunhol na fila do cinema da Paulista e inglês sem sotaque perto do caixa da farmácia. Os gringos redescobrem o Brasil. Com a Europa de

    Ler mais

  • No bico do corvo (1)

    Um Deus sensível. Manda repouso à dor que te devora. Destas saudades imortais. (poema “O Corvo” de Edgar Allan Poe)   Estava com o pé na cova, quase fui pro saco, por um fio não fui dessa para melhor… Depois de um mês no hospital (15 dias de UTI), 4 cirurgias e 60 dias de convalescência, estou de volta. Além de me perguntarem

    Ler mais

  • O presente burocrático

    Por motivos pessoais, ZonaCurva ficou em jejum por um tempo. Em época de presentes e Noéis, republicamos a crônica ‘O presente burocrático’ (publicada originalmente em 9 de dezembro de 2011). Em breve, muitas novidades por aqui, a todo vapor e avante. Aguardem! Papai Noel sentado no meio da Paulista, árvore gigante no Ibirapuera, o contagiante e irritante espírito natalino aportou em Sampa. Molharam o Gizmo.

    Ler mais

  • Por mais Unos e Celtas na Poli

    Toyota, Mercedes, Mitsubishi, Citroen. Um breve passeio pelo estacionamento da Escola Politécnica da USP nos faz sentir em uma concessionária multimarcas da avenida Cidade Jardim. Bom para esses estudantes com saldo bancário que os possibilita circular com carros de ponta, pior para nós que pagamos a conta de faculdades caras com nossos impostos para quem não precisa. Distorção antiga e revoltante do precário

    Ler mais

  • Brasil só perdeu?

    Entre o preparo de um misto quente e um cheese-burger, o chapeiro da padaria reclama ao balconista: “não quero mais ver mais essas Olimpíadas, Brasil só perde”. O balconista responde: “é verdade, e o Corinthians vai mal, hein, só empatou ontem com o Atlético de Goiás”. Não tem jeito, para brasileiro, papo sobre esporte sempre termina em futebol. Mesmo nas Olimpíadas. Cheguei  a

    Ler mais

  • Raduan abandona os 3 mil leitores

    Depois de publicar dois livros (“Lavoura Arcaica” e “Um Copo de Cólera”) na segunda metade dos anos 70, com direito a prêmio Jabuti e boas críticas, o escritor Raduan Nassar abandonou o palco e a seleta plateia de três mil leitores e foi cuidar de uma fazenda de 640 hectares na pequena Buri, 250 quilômetros ao sul de São Paulo. A plateia de

    Ler mais

  • Entrevista exclusiva com Bóson de Higgs

    Em rápido intervalo de sua corrida diária no LHC, na fronteira da Suíça com França, o Bóson de Higgs, a partícula mais revolucionária do Universo, concedeu ao ZonaCurva uma curta entrevista exclusiva. Recluso há bilhões de anos, a partícula nos contou sobre seu breve contato com Deus, a vida boêmia e de seu filme preferido, Blade Runner. Confira! Zonacurva – Como o senhor

    Ler mais

  • Piruetas à la Disney, batatas superfaturadas e Huck no planalto

    A contagem era regressiva e a pergunta de minha filha diária: “pai, quantos dias faltam para o Disney on Ice?” Finalmente, chega o dia. Família e quatro crianças rumam ao ginásio do Ibirapuera para assistir pela segunda vez Mickey e sua turma sobre lâminas no gelo. Os 30 reais do estacionamento foram só o começo. Saquinho de batata-frita, R$ 12, churro frio, R$

    Ler mais

  • O fato não existe

    Em A Chinesa (1967), filme engajado de Godard, a aluna pergunta ao professor em fictícia universidade revolucionária: “o que é um fato exatamente?”, o mestre responde que “fatos são coisas que existem objetivamente e a verdade é o laço que une tudo”. Matuto e matuto mais um pouco sobre a relação da frase com a mídia e percebo que esse tal laço redentor

    Ler mais

  • Fantasmas à solta

                Sempre passo por um Uno cinza estacionado próximo à minha casa. No banco traseiro, folhetos com fotos de paradas militares, jornalecos com frases nacionalistas e bandeiras do Brasil. Outro dia, me assustei com um livro no banco traseiro, na capa, uma foto tosca do ex-presidente Geisel e o título: “A verdade sobre Ernesto Geisel”.              Fui comprar pão e defronte à casa,

    Ler mais

  • As agruras e alegrias de certo pai no mundo das princesas

    Crio minha filha de 5 anos praticamente sozinho, com isso, aprendo um tanto e outro tanto. Em festinhas de aniversário de amiguinhas da escola, não espero conversar sobre futebol ou MMA, mas algumas mães podiam colaborar e evitar assuntos como, por exemplo, as diferenças entre a primeira e a segunda gravidez; Não olhem para mim como se eu fosse um alien quando espero

    Ler mais

  • Deus também usa SMS

    Todos os dias pela manhã, recebo salmos da Bíblia em formato SMS em meu celular. Malaquias 2, 12; Hebreus, 3, 12; Jeremias 29, 11, e por aí vai . Catequização via operadora. Curioso, ligo para o celular que envia as mensagens e caixa postal direto: “sua mensagem será encaminhada à caixa postal e estará sujeita à cobrança após o sinal. Essa é a

    Ler mais

  • O paulistano

    O paulistano conforma-se com quase tudo. O paulistano vota errado. O paulistano sempre reclama do trânsito. O paulistano mora aqui para ganhar dinheiro. O  paulistano sonha em abrir uma pousada na praia. O paulistano envergonha-se de sua cidade. O paulistano escuta trovão e pensa em congestionamento. O paulistano adora a avenida Paulista. O paulistano conta os minutos para tomar sua cerveja no final

    Ler mais

  • O presente burocrático

    Papai Noel sentado no meio da Paulista, árvore gigante no Ibirapuera, o contagiante e irritante espírito natalino aportou em Sampa. Molharam o Gizmo. A lista de caixinhas multiplica-se como gremlins, do entregador de jornal, dos funcionários do prédio, do estacionamento, dos lixeiros, algumas de origem insólita. Distribuição de renda by Santa Claus. Todos ganham um por fora. Pelos quatro cantos, a pergunta que

    Ler mais

Por favor, espere...

Cadastre-se e receba novidades!

Preencha seu email e nome.