• O que é marxismo cultural?

    A cultura não é neutra. É roupa que veste os fatos. Os fatos são fatos, e não se pode negá-los, exceto se você ostenta a suprema toga. Pode-se, porém, ressignificá-los. Ninguém nega que os militares derrubaram o governo democrático de João Goulart, em 1964. É um fato. Contudo, varia a hermenêutica. Para uns, foi golpe; para outros, simples movimento, contrarrevolução ou intervenção salvífica

    Ler mais

  • Jornalismo para ou com o leitor?

    A dúvida põe em evidência uma das mais radicais transformações pelas quais passam o jornalismo, a indústria da informação e o conjunto de leitores, telespectadores e ouvintes consumidores de notícias. Assistimos a passagem de uma era da informação produzida para as pessoas para outra onde a notícia resulta de uma colaboração entre jornalistas e o público. Há mais de três séculos predomina no

    Ler mais

  • Lógica do poder

    Uma observação de Voltaire (1694-1778) ressalta por que tantas pessoas emitem ofensas nas redes digitais e, assim, revelam mais a respeito do próprio caráter do que do perfil de quem é desrespeitado. “Ninguém se envergonha do que faz em conjunto”, escreveu em “Deus e os homens”. Isso explica a insanidade dos linchamentos virtuais e a violência gerada pelo preconceito, como bem demonstra o

    Ler mais

  • A verdade assassinada

    Verdade assassinada – Sempre foi difícil para as pessoas saber onde se esconde a verdade. Durante muito tempo ela aparecia como revelada por deus. Desde um livro, escrito por sacerdotes de uma igreja, deus falava e estava dito. Poucos eram os que questionavam. E assim, os homens do poder, usando deus como escudo, iam definindo a verdade em seu benefício. Depois, com o

    Ler mais

  • As armadilhas ocultas na narrativa jornalística online

    Narrativa jornalística – Nós ainda não estamos plenamente conscientes e acostumados com uma mudança que altera radicalmente nossa forma de lidar com notícias. Hoje, as narrativas, ou o que muitos chamam de versões, são mais importantes do que os fatos quando se trata de condicionar percepções e opiniões alheias. Narrativa é a forma pela qual os fatos são organizados e apresentados, seguindo uma

    Ler mais

  • Instituto Vladimir Herzog denuncia Bolsonaro na ONU por comemorações do golpe de 64

    O Instituto Vladimir Herzog (IVH) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entraram na útlima sexta, dia 29 de março, com uma petição junto à Organização das Nações Unidas (ONU) para denunciar a decisão do presidente Jair Bolsonaro de comemorar o aniversário do golpe militar de 1964. O documento denuncia a tentativa do presidente e de outros membros do governo, como o chanceler

    Ler mais

  • A morte e a morte de Alfredo

    Alfredinho do Bip Bip – As noites de Pinheiros, tão compridas ultimamente quanto seus quarteirões em subida, demorados de percorrer, têm sido testemunhas da minha saudade do Alfredo. Já vai fazer um mês que morreu o Alfredo, o Alfredinho do Bip Bip, o Alfredo Jacinto Melo, “Melo com éle só, por favor”, como ele avisava. Alfredinho foi o cara que, há uns 25 anos,

    Ler mais

  • O declínio social e econômico brasileiro

    Declínio social – O IBGE divulgou, na última semana de fevereiro, que o desemprego voltou a crescer no Brasil. Agora são 12,7 milhões de pessoas. Quem se encontra nessa situação, ou já passou por isso, sabe como é terrível estar desempregado. A autoestima se reduz, as incertezas assustam, a insegurança se aprofunda. Como pagar o aluguel, o gás, a luz, o telefone, e

    Ler mais

  • As mil mortes de Marielle

    Marielle – No dia em que foi divulgado o nome dos matadores de Marielle, o que mais se viu nos perfis dos bolsonaristas foram calúnias e mentiras sobre ela. Um verdadeiro horror. Cada um e cada uma, a seu modo, tentando desqualificar essa mulher que vinha lutando bravamente, inclusive pelos policiais militares, que também são vítimas da violência no Rio de Janeiro. São

    Ler mais

  • Documentário Pastor Cláudio escancara a violência da Ditadura

    Cláudio Guerra – O documentário “Pastor Cláudio” estreia amanhã, dia 14 de março, e mostra o encontro de Cláudio Guerra, ex-delegado e agente da ditadura civil-militar, e Eduardo Passos, psicólogo que atende vítimas da violência de Estado. Cláudio Guerra é réu confesso de assassinatos de opositores ao regime de exceção que o país amargou por 21 anos. Beneficiado pela Lei de Anistia, Guerra

    Ler mais

  • O desafiador surgimento do “quinto poder” na política nacional

    Quinto poder – Até agora as redes sociais eram vistas apenas como um território sem lei onde predominavam a fofoca, os boatos, as fake news e as diatribes pessoais. Mas, desde as eleições do ano passado, e principalmente depois da posse do capitão aposentado Jair Bolsonaro, redes como Facebook, Twitter, YouTube e WhatsApp passaram a ser também o espaço para o exercício do

    Ler mais

  • Escolas militares x escolas civis

    Talvez fosse melhor pôr o título “Escolas Militares x Escolas públicas”. Ou mesmo o Ensino da falsa história nas escolas militares. Quero dizer: penso nos jovens dos Colégios Militares, nos rapazes e mocinhas ardorosos obrigados a decorar algo como uma História vazia e violentadora, a que chamam História do Brasil – Império e República, de uma Coleção Marechal Trompowsky. Da Biblioteca do Exército.

    Ler mais

  • Governo Bolsonaro e Sínodo Pan-Amazônico

    Sínodo Pan-Amazônico – O noticiário informa que os cardeais brasileiros estão sendo espionados pela Abin (Agência Brasileira de Inteligência), que relata ao governo recentes encontros deles com o papa Francisco, no Vaticano, para prepararem o Sínodo (do grego, ‘caminhar juntos’) sobre a Amazônia, a se reunir em outubro, em Roma. “Estamos preocupados e queremos neutralizar isso aí”, declarou o general Augusto Heleno. Isso

    Ler mais

  • O jornalismo, a mentira e as redes sociais

    O mundo das redes sociais imprimiu um conceito que tem sido bastante utilizado, principalmente pelos acadêmicos, mas que também encontra espaço entre os descolados que gostam de parecer inteligentes. É o tal do conceito da ‘pós-verdade`.   Na verdade, um embuste, tanto quanto o que parece significar. A pós-verdade seria o uso de informações, no mais das vezes falsas, que buscam tocar a pessoa

    Ler mais

  • Dom Hélder Câmara e o Brasil hoje

    Imagino Dom Helder Câmara no país destes dias sombrios, hipócritas, de bancada da Bíblia e fundamentalistas. E não é preciso muito imaginar, porque ele já nos respondeu em uma crônica para o rádio em 28 de janeiro de 1977. Da fala e texto, destaco: “É impressionante como é fácil parecer bom e como é difícil ser justo. Mas Justiça, para muitos, tornou-se uma

    Ler mais

  • O bolsominion

    De imediato, pensamos nele como um idiota ou imbecil. Mas isso é muito leve. Não se deve criminalizar um idiota, coitado, que chegou a esse estado em caminhos naturais, digo, por infelicidade da natureza. Nem tampouco ele pode ser visto como um imbecil, que se tornou ou se fez assim muito contra a vontade Bolsominion – Jamais alguém gostou de ser tido como

    Ler mais

  • A terra é plana!

    Homem de fé que sou, e ainda mais mineiro, sempre desconfiei dessa ciência influenciada pelo marxismo. Se a Terra fosse redonda e girasse em torno do próprio eixo, no mínimo deveríamos sentir tonturas. Esse preconceito contra o geocentrismo de Ptolomeu decorre dos malévolos conceitos paulofreirianos assumidos por Copérnico e Galileu. Eles adotaram o princípio marxista de que o lugar social determina o lugar

    Ler mais

  • A tradição autoritária brasileira

    Tradição autoritária – A geração que viveu depois de encerrada a ditadura civil/militar, a partir de 1984, aparentemente sempre teve a ilusão de que vivia em um país democrático, capaz de caminhar seguro para um tempo de direitos e justiça. Nada mais falso. O Brasil, historicamente, esteve bem mais próximo do autoritarismo do que da liberdade e os tempos ditos “democráticos” também foram

    Ler mais

  • Os muitos dilemas da imprensa no governo Bolsonaro

    A imprensa brasileira tem uma longa tradição de acomodamento com regimes conservadores, mas a relação com o governo Bolsonaro vai incluir a possibilidade de surpresas desagradáveis por conta da aberta simpatia do novo presidente pelo uso do Twitter como forma de se comunicar diretamente com o público. A exemplo do presidente norte-americano Donald Trump, Bolsonaro está quebrando a velha dependência de chefes de governos em

    Ler mais

  • Luiz Fux e a covardia ativa

    O Dicionário Aulete registra para cobardia (o mesmo que covardia): “s. f. || fraqueza de ânimo, pusilanimidade, medo, timidez, acanhamento”. O Dicionário Houaiss, mais extenso, define: “comportamento que denota ausência de coragem; atitude, gesto que se caracteriza pelo temor, pelo acanhamento, pela falta de ousadia 2 violência contra o mais fraco sinônimos cobardia, cobardice, covardice; ver tb. sinonímia de timidez e antonímia de coragem”

    Ler mais

  • Povos indígenas reagem aos ataques do novo governo

    Os ataques do novo governo aos povos indígenas e a mudança administrativa que joga para a pasta da Agricultura a responsabilidade sobre a demarcação das terras originárias já estão provocando reação imediata das comunidades organizadas e autônomas que sobrevivem e lutam no território nacional. Passados mais de 500 anos da invasão e uma sistemática política de extermínio ainda resistem 305 etnias que ocupam

    Ler mais

Por favor, espere...

Cadastre-se e receba novidades!

Preencha seu email e nome.