• #diretasjá

    Diretas já?

    por Guilherme Scalzilli Desconfio ser inviável qualquer caminho para a eventual substituição de Michel Temer que fuja ao voto indireto. Sim, há medidas jurídicas e legislativas que poderiam dar substância constitucional à ideia. O problema é que ela não interessa às únicas esferas capazes de viabilizá-la. O Legislativo jamais abriria mão do controle da agenda sucessória, em véspera eleitoral, amargando o descrédito generalizado

    Ler mais