• Tudo como dantes no quartel de Abrantes (e da imprensa)

    “— Você exagera, objetou Leiva. O jornal já prestou serviços. — Decerto.. não nego… mas quando era manifestação individual, quando não era cousa que desse lucro; hoje é a mais tirânica manifestação do capitalismo e a mais terrível também… É um poder vago, sutil, impessoal, que só poucas inteligências podem colher-lhe a força e a essencial ausência da mais elementar moralidade, dos mais

    Ler mais