abril 2014 - Zona Curva
  • 28 de abril garcía marquéz jornalismo

    Jornalismo na veia com García Márquez

    Convidado para inaugurar a 52ª Assembleia da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), em Los Angeles, Estados Unidos, o escritor e também jornalista Gabriel Gárcia Márquez proferiu discurso que foi uma verdadeira aula de jornalismo para os empresários presentes. Li o texto quando ainda estudava jornalismo na PUC-SP em 1996 e agora, o meu entusiasmo após a leitura e a atualidade do texto continuam

    Ler mais

  • 25 de abril Diretas já congresso nacional foto 1

    Derrota da emenda das Diretas Já! amplia consciência

    A rejeição da emenda Dante de Oliveira, no início da madrugada de 26 de abril de 1984, pela ausência de parlamentares e voto contrário de deputados do PDS, deixaria entrever situações bastante sui generis para os milhões de brasileiros que, nas capitais estaduais e municípios por todo o país, empenharam-se na luta pela aprovação da emenda que restabeleceria o direito de eleger o

    Ler mais

  • 24 de abril Rubem Fonseca (fonte blog Monte de Leituras) no final dos anos 70 (1)

    Rubem Fonseca e o silêncio que não apaga o passado

    Como o escritor Rubem Fonseca sente verdadeira ojeriza por entrevistas, sempre pairou a desconfiança de que a causa dessa aversão advém da tentativa de esconder seu convívio nos anos 60 com algumas figuras de destaque da ditadura militar. Fonseca participou da direção do IPÊS (Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais), que organizou a base ideológica para o golpe de 64, e foi próximo

    Ler mais

  • 16 de abril comicio diretas já foto 2

    O Brasil despertou no movimento das Diretas Já!

    Diretas Já – Depois de duas décadas de arbítrios do regime militar, o movimento das Diretas Já acordou o povo brasileiro para a urgência da participação política. Entre o final de 1983 e o início de 1984, vários comícios mobilizaram o país pelas eleições diretas para presidente da República. Em 16 de abril de 1984, o comício das Diretas Já no Vale do Anhangabaú,

    Ler mais

  • 8 de abril chico buarque

    Julinho da Adelaide driblou a censura nos anos 70

    Com o sucesso da música Apesar de você, em 1970, as canções de Chico Buarque passaram a sofrer uma espécie de censura prévia. Os integrantes do governo militar não se perdoaram por liberar a música e proibiram sua execução nas rádios. Irritada, a cúpula do regime considerou a letra uma ofensa ao presidente Médici, o evidente você. Acuado, Chico passou a assinar algumas

    Ler mais