Zonacurva, Author at Zona Curva - Página 2 de 8
  • 6 de maio agroecologia latuff

    Agrotóxicos: Cuidado com o que você come

    Agrotóxicos – Depois de discutir o passado em documentários políticos como Jango (1984) e Os Anos JK (1980), o documentarista Silvio Tendler volta-se para o futuro no filme O Veneno está na mesa 2, que aborda o uso indiscriminado de produtos químicos pelo agrobusiness brasileiro e retrata algumas alternativas oferecidas por trabalhadores do campo que praticam a agricultura com respeito ao meio ambiente. O

    Ler mais

  • 28 de abril garcía marquéz jornalismo

    Jornalismo na veia com García Márquez

    Convidado para inaugurar a 52ª Assembleia da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), em Los Angeles, Estados Unidos, o escritor e também jornalista Gabriel Gárcia Márquez proferiu discurso que foi uma verdadeira aula de jornalismo para os empresários presentes. Li o texto quando ainda estudava jornalismo na PUC-SP em 1996 e agora, o meu entusiasmo após a leitura e a atualidade do texto continuam

    Ler mais

  • 24 de abril Rubem Fonseca (fonte blog Monte de Leituras) no final dos anos 70 (1)

    Rubem Fonseca e o silêncio que não apaga o passado

    Como o escritor Rubem Fonseca sente verdadeira ojeriza por entrevistas, sempre pairou a desconfiança de que a causa dessa aversão advém da tentativa de esconder seu convívio nos anos 60 com algumas figuras de destaque da ditadura militar. Fonseca participou da direção do IPÊS (Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais), que organizou a base ideológica para o golpe de 64, e foi próximo

    Ler mais

  • 16 de abril comicio diretas já foto 2

    O Brasil despertou no movimento das Diretas Já!

    Diretas Já – Depois de duas décadas de arbítrios do regime militar, o movimento das Diretas Já acordou o povo brasileiro para a urgência da participação política. Entre o final de 1983 e o início de 1984, vários comícios mobilizaram o país pelas eleições diretas para presidente da República. Em 16 de abril de 1984, o comício das Diretas Já no Vale do Anhangabaú,

    Ler mais

  • Protesto com samba na DEScomemoração do golpe de 64

    O bloco carnavalesco Cordão da Mentira irá desfilar em DEScomemoração aos 50 anos do golpe militar de 64. Com intervenções artísticas e sambas de autoria própria, o Cordão volta às ruas no dia 1º de abril (terça) a partir de 17h30 em frente ao Memorial de Resistência, no Largo General Osório, na cidade de São Paulo. O bloco realizou seu primeiro desfile em

    Ler mais

  • 27 de março Honestino Guimarães regime militar

    Líder estudantil, Honestino Guimarães foi morto pelo regime militar em 1973

    O desaparecimento do líder estudantil Honestino Guimarães em 1973 comprova como o regime de exceção matou e torturou de forma indiscriminada. Honestino, eleito presidente da UNE em 1971, sempre foi contrário a qualquer tipo de ação armada e morreu após dar entrada no temido Cenimar (Centro de Informações da Marinha) no Rio de Janeiro em 1973, com apenas 26 anos. A história de

    Ler mais

  • Millôr explica a diferença entre democracia e ditadura

    “A diferença entre uma democracia e um país totalitário é que numa democracia todo mundo reclama, ninguém vive satisfeito. Mas se você perguntar a qualquer cidadão de uma ditadura o que acha do seu país, ele responde sem hesitação: “não posso me queixar”.” Há dois anos, em 27 de março de 2012, o escritor, jornalista e o faz tudo e mais um pouco

    Ler mais

  • 26 de março sequestro ditadura militar foto 4

    A ação mais ousada contra o regime militar

    #ditaduranuncamais -O rapto do embaixador norte-americano Charles Elbrick foi, sem dúvida, a ação mais ousada dos opositores ao regime militar. Entre os muitos atos contra a ditadura, o sequestro do principal representante do país que deu suporte ao golpe surpreendeu os militares e repercutiu em todo o mundo. O sequestro foi executado por integrantes da Ação Libertadora Nacional (ALN)  e do Movimento Revolucionário

    Ler mais

  • Iara Iavelberg e sua luta contra a ditadura militar

    Os destinos de muitas mulheres foram determinados pelos arbítrios do regime militar. Várias foram assassinadas, outras torturadas, muitas perderam seus filhos, maridos, parentes e amigos. Um dos símbolos dessa resistência nos anos de chumbo foi a militante Iara Iavelberg, vítima da ditadura militar aos 27 anos, em agosto de 1971. De uma rica família judia do Ipiranga, Iara abandonou aos 19 anos seu

    Ler mais

  • Simpósio ‘O golpe de 1964 e a onda autoritária na América Latina’ na USP

    Nos 50 anos do golpe de 1964, a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP organiza o simpósio ‘O golpe de 1964 e a onda autoritária na América Latina’. Com debates sobre o golpe de Estado e suas relações com as outras ditaduras da América Latina, o evento acontecerá entre os dias 24 e 27 de março e a entrada

    Ler mais

  • 13 de março ditadura militar acao-entre-amigos beto brant ditadura militar

    Cine Direitos Humanos exibe filmes sobre a ditadura militar

    Durante seis semanas (de 15 de março a 19 de abril), a programação do projeto Cine Direitos Humanos será dedicada a filmes que abordam temas relacionados ao período da ditadura militar no país. O projeto é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo. Os filmes exibidos serão A Memória Que Me Contam, Caparaó, 15 Filhos, Ação Entre Amigos, Em

    Ler mais

  • Jango no comício que mudou o destino do país

    JANGO – Em 13 de março de 1964, o presidente João Goulart reuniu 150 mil pessoas no Comício da Central do Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, em prol das chamadas reformas de base de seu governo. Carlos Lacerda, governador da Guanabara e um dos principais opositores de Jango, teve a ideia de decretar feriado no dia 13 de março acreditando que,

    Ler mais

  • Um brinde para o velho Bukowski

    Objetividade, muitos litros de álcool e uma boa dose de grossura. Essa pode ser uma, entre muitas, a definição do escritor norte-americano Charles Bukowski. Ele reduziu o sonho americano a personagens enlouquecidos em quartos imundos de hotéis. Em uma existência recheada de desventura, traumas, amores fracassados e prisões inesperadas, o escritor mergulhou em viagem metafísica na noite de sua amada cidade de Los

    Ler mais

  • 27 de fevereiro Lawrence Durrell

    E Santos fez Lawrence Durrell lembrar de Rimbaud

    Em dezembro de 1948, o romancista, poeta e dramaturgo indo-britânico Lawrence Durrell visitou a cidade de Santos. Na época, ele trabalhava como diretor do Conselho Britânico na cidade de Córdoba, na Argentina, e veio ao Brasil a trabalho.  O escritor Lawrence George Durrell nasceu em 27 de fevereiro na cidade de Jullundur, norte da Índia (próximo ao Tibete) e morreu em 7 de Novembro de

    Ler mais

  • ditadura militar

    Nem só as mães eram infelizes na ditadura militar

    “Cabelo comprido e minissaia. Se tivéssemos proibido, se todas as mães do mundo tivessem proibido essa liberdade quando começou, protegido os corpos de nossos filhos, se nós tivéssemos proibido que eles se juntassem para aquelas danças de uns anos atrás eles não estariam assim, loucos, se nós tivéssemos proibido a pílula, proibido que se falasse em pílula nos jornais, meu Deus, se eu

    Ler mais

  • Pussy Riot escancara os abusos do governo Putin

    A banda Pussy Riot mostrou que a temporada na prisão não esmoreceu sua luta contra o governo Putin. Elas escolheram a cidade de Sochi, onde são realizadas as Olimpíadas de Inverno, para a execução de sua nova música/protesto e foram recebidas a chicotadas pela polícia. As músicas da banda foram presas em março de 2012 e libertadas em dezembro de 2013 sob a

    Ler mais

  • Luther Blissett de olho na grande mídia brasuca

    Luther Blissett – A mentira e a manipulação de mentes menos atentas virou o padrão do trabalho diário de grande parte da midiazona. Em busca de seus objetivos comerciais, políticos e ideológicos, ela incentiva o pânico (quando lhe convém), entorpece os sentidos e teme o debate igualitário e a reflexão coletiva. As exceções só confirmam a regra. Cansados de situação similar a que

    Ler mais

  • 50 anos do golpe militar: Instituto Moreira Salles revive o clima cultural de 64

    O Instituto Moreira Salles (IMS) do Rio de Janeiro dedica boa parte de sua programação deste ano a eventos relacionados ao clima cultural de 1964, ano do golpe militar, que completa 50 anos no próximo mês. O projeto denominado Em 1964 conta com uma exposição que faz o visitante reviver o momento do golpe militar de 1964. Com base em seu extenso arquivo

    Ler mais

  • O beat William Burroughs e o rock

    Burroughs – Imortalizado como a figura beat por excelência, o escritor William Burroughs virou, em suas últimas décadas de vida, um verdadeiro oráculo do mundo do rock. O velho Bill participou de clipes de bandas como Sonic Youth e Ministry, entrevistou David Bowie para a Rolling Stone norte-americana. E não parou por aí: Kurt Cobain acompanha Burroughs na leitura de um de seus

    Ler mais

  • Henfil e as Diretas JÁ!

    Henfil – O cartunista e jornalista Henfil foi quem chamou pela primeira vez o movimento pelas eleições diretas para presidente de Diretas Já. Henfil morreu em 4 de janeiro de 1988 e, infelizmente, não presenciou o brasileiro votar para presidente da República depois de quase três décadas, o que só aconteceu em 1989. Durante o período dos comícios das Diretas Já nos primeiros

    Ler mais

  • O lírico jazz de Stan Getz e a música brasileira

    Foi o guitarrista Charlie Byrd quem apresentou a música brasileira ao saxofonista Stan Getz e, em 1962, ambos gravaram o disco Jazz Samba. No ano seguinte, o judeu-americano Getz, apaixonado pela música brasileira da época, convocou João Gilberto, Astrud Gilberto e Tom Jobim e gravou o memorável Getz/Gilberto. O álbum, que completou no ano passado 50 anos de gravação, tornou-se um clássico e

    Ler mais