• História na veia com professor Vitor Soares

    Colaborou Isabela Gama O CONVERSA AO VIVO ZONACURVA recebeu no dia 26 de maio o professor de história e podcaster, Vitor Soares. Ele falou sobre seu podcast, o História em meia hora, onde explica eventos históricos em 30 minutos. Vitor foi entrevistado por Fernando do Valle, editor do Zonacurva. O História em meia hora nasceu em 2020, porém o professor conta que a

    Ler mais

  • leonel brizola biografia

    Brizola, 100 anos

    Brizola – De tudo o que se fala sobre Brizola pouco se diz de sua práxis anticapitalista, anticolonial e nacionalista. Esse ano, ao celebrar os  100 anos de seu nascimento, as lembranças, na mídia comercial, ficaram na superfície, sem apontar suas ações decisivas no sentido de garantir a soberania do povo brasileiro. Aqui reunimos algumas ações de Leonel Brizola antes do golpe de

    Ler mais

  • imagem de Carlos Marighella

    Meus encontros com Marighella

    Marighella – Vi o filme dirigido por Wagner Moura. Um importante documento sobre a resistência à ditadura militar e a trajetória do destacado revolucionário brasileiro dos movimentos de luta armada Carlos Marighella. Nos ensaios, falei a atores e atrizes do filme sobre a ALN (Ação Libertadora Nacional), da qual fui militante. Sei dos desafios que Moura enfrentou para superar a falta de recursos

    Ler mais

  • Doença mental sob o desgoverno Bolsonaro

    Me refiro ao desequilíbrio mental em brasileiros dignos, estudiosos, necessários para o desenvolvimento econômico e cultural em nosso país. Acompanhem, por favor, e vão notar que não exagero No momento em que escrevo, percebo mais uma trágica semelhança entre o golpe militar de 1964 e o fascismo em 2021 da presidência do Brasil. Eu me refiro ao desequilíbrio mental em brasileiros dignos, estudiosos,

    Ler mais

  • Eric Hobsbawm – A história em uma vida

    Eric Hobsbawm – Neste primeiro de outubro, é lembrado em todo o mundo o gênio de Eric Hobsbawm, que faleceu em um dia como hoje em 2012. Se não nos enganamos, ele foi o maior historiador do século vinte. Talvez a sua obra se mantenha ainda acima dos demais até mesmo nos mais recentes dias deste século. Como agora, quando atravessamos um Brasil

    Ler mais

  • revolução de 1932 derrotada

    9 de Julho: quando os paulistas comemoram uma derrota

    Revolução de 1932 – A Revolução Constitucionalista de 1932 marcou a insurgência do povo paulista contra o resto do país e buscava a derrubada do governo provisório de Getúlio Vargas e a promulgação de uma nova Constituição.  Os paulistas nunca engoliram Getúlio Vargas na destruição da política do café paulista com o leite mineiro em 1930. E com isto, o nome de Getúlio

    Ler mais

  • 13 de maio

    13 de maio – Os primeiros trezes de maio que lembro, em mistura aos goles do café, me vêm do Ginásio Ipiranga na infância. Olho para o lado agora como se nada visse, assim como os colegas negros em 1961 olhavam de lado, ou baixavam os olhos, ao ouvirem a lição lida em voz alta no livro didático: “ABOLIÇÃO DA ESCRAVIDÃO – A

    Ler mais

  • Dom Hélder Câmara e o Brasil hoje

    Imagino Dom Helder Câmara no país destes dias sombrios, hipócritas, de bancada da Bíblia e fundamentalistas. E não é preciso muito imaginar, porque ele já nos respondeu em uma crônica para o rádio em 28 de janeiro de 1977. Da fala e texto, destaco: “É impressionante como é fácil parecer bom e como é difícil ser justo. Mas Justiça, para muitos, tornou-se uma

    Ler mais

  • protestos 2013

    As pautas e os ecos de Junho de 2013

    por Tatiana Roque e Mariana Patrício É comum ou­virmos que os ma­ni­fes­tantes de Junho de 2013 não ti­nham pautas. Teria sido uma re­cusa em bloco ao sis­tema po­lí­tico, abrindo ca­minho para a crise de re­pre­sen­tação que es­tamos vi­vendo. Claro que Junho foi muita coisa, e as aná­lises ainda de­pendem da ge­o­grafia dos pro­testos. O Rio de Ja­neiro, talvez pela pre­sença im­por­tante das obras

    Ler mais

  • joão goulart

    No enterro de Jango, o começo de uma caminhada

    por Elaine Tavares Era o início de dezembro de 1976. Na pequena cidade onde vivíamos não se falava em outra coisa. Jango estava morto. A notícia se espalhou como um rastilho de pólvora, afinal, São Borja era sua terra-mãe. Em casa, o clima era de profunda tristeza. Nossa vida inteira tinha sido marcada pela presença de João Goulart. Meu pai trabalhava para ele

    Ler mais

  • che guevara 50 anos morte

    50 anos da morte de Che Guevara

    por Elaine Tavares Sempre que se fala em Che Guevara a primeira coisa que vem a mente é a imagem do soldado, do revolucionário. Essa era uma das facetas do Che. Mas não a única. Desde bem garoto ele inventou de andar pela América Latina, gostava de conhecer as gentes e, com elas, estabelecia vínculos de amor. Formou-se em medicina e ainda estudante

    Ler mais

  • thomas sankara biografia

    Thomas Sankara lutou contra o fardo colonial na África

    por Fernando do Valle Sankara -Alto Volta, pequeno e pobre país colonizado pelos franceses, sem acesso ao mar e fronteiriço a seis países (entre eles, Mali, Níger e Costa de Marfim) sofreu em 1983 um golpe de Estado, infelizmente comum nos países africanos. Mas dessa vez quem assumiu não foi mais um corrupto ditador defensor dos interesses das antigas metrópoles. Quem passou a

    Ler mais

  • joaquim nabuco biografia

    Joaquim Nabuco, um profeta do Brasil

    por Urariano Mota Lembro que em 2010, quando se completaram os cem anos da morte de Joaquim Nabuco, muitas reportagens foram publicadas. Em quase todas, o destaque foi para o  homem liberal, o personagem ilustrado de Quincas, o belo. Nas breves menções às ideias mais radicais de Nabuco, dava-se um pulo esperto para o conceito de “homem complexo”. Copio um trecho eloquente da

    Ler mais

  • rasputin revolução russa

    Rasputin: entre o místico e a figura histórica

    Rasputin – Nascido em um vilarejo na Sibéria, Grigoriy Yefimovich Rasputin era filho de mujiques (camponeses) e já era assunto quando ainda era menino, corria à boca miúda que tinha poderes sobrenaturais. No anos finais do czarismo entre 1906 e 1916, era próximo ao casal real, o czar Nicolau II e sua esposa Alexandra Feodorvna, muitos diziam que foi amante da czarina. O

    Ler mais

  • Os 80 anos da extradição de Olga Benário

    por Sergio Caldieri Os 80 anos da extradição de Olga Benário (Olga Gutmann Ben-Ario) ocorrido em 23 de setembro de 1936, foram lembrados pela sua filha Anita Leocádia Prestes, nesta quinta-feira, dia 29/9, no Salão Nobre do IFCS/UERJ, no Largo de São Francisco no Rio de Janeiro, promovido pelo Instituto Luiz Carlos Prestes. Anita Prestes fez um emocionante relato da vida de Olga

    Ler mais

  • carlos caszely pinochet

    Um gol inesquecível contra Pinochet

    por Urariano Mota Carlos Caszely – Entre as imagens que nos vêm a partir do 11 de setembro de 1973, do dia em que houve o golpe militar contra Salvador Allende, entre tantas imagens vivas, uma poderia ser, com razão, do presidente Allende resistindo de capacete em último recurso, com alguns fiéis militantes às portas do palácio La Moneda. Essa imagem fala de

    Ler mais

  • barão de itararé a manha

    O humor do Barão de Itararé como antídoto contra a barra pesada

    por Fernando do Valle Barão de Itararé – Após o fracasso da Revolta Comunista de 1935, Apparício Torelly, vulgo Barão de Itararé, foi preso e levado para o navio-presídio Pedro I, ancorado na Baía de Guanabara. Muitos esquerdistas, como advogados, políticos e médicos, mesmo não vinculados diretamente à revolta, foram detidos. Em algumas noites, policiais invadiam as celas e surravam os prisioneiros. Em

    Ler mais

  • Sepé Tiaraju, presente!

    por Elaine Tavares Rememorando os 260 anos do assassinato do cacique guarani Sepé Tiaraju, um dos grandes da história do povo originário, foi realizado em São Gabriel, no Rio Grande do Sul, o Décimo Encontro Sepé Tiaraju, que reúne a gente Guarani que vive no Brasil, Paraguai, Uruguai e Bolívia. Foi num fevereiro de 1756 que mais de 1500 guerreiros guaranis morreram em

    Ler mais

  • francisco julião foto 1

    O filme que o Brasil não podia ver

    por Urariano Mota Meus amigos, aquela frase do personagem Corisco em Deus e o Diabo na Terra do Sol, quando ele grita: “Mais fortes são os poderes do povo”, eu posso agora adaptar para “Mais fortes são os poderes da pesquisa coletiva na internet”. A razão não é gratuita. Chegou para mim, não faz muito, a revelação de que, finalmente, o Brasil pode

    Ler mais

  • ligas camponesas

    Antonio Callado vislumbrou um país mais justo com as Ligas Camponesas antes do golpe de 64

    por Fernando do Valle Antonio Callado – No início dos anos 60, uma revolução social se desenhava em Pernambuco com a luta por justiça social pelas Ligas Camponesas. Milhares de camponeses se organizaram em prol da reforma agrária com a ajuda da Igreja Católica e do Partido Comunista Brasileiro e de lideranças como Francisco Julião e João Pedro Teixeira (cuja história foi contada

    Ler mais

  • intentona comunista 1935

    A paranoia anticomunista com décadas de atraso

     por Fernando do Valle Quando certa paranoia anticomunista ainda provoca delírios, alguns até cômicos, com certeza esses reacionários de hoje teriam uma síncope se vivessem há décadas atrás, quando duas importantes capitais (Recife e Natal) e a capital do país à época (Rio de Janeiro) foram o cenário da Revolta Comunista que tentou derrubar Getúlio Vargas em novembro de 1935. Muitos conhecem a

    Ler mais