• eleições colômbia

    Colômbia se prepara para a eleição de domingo

    Os colombianos vão às urnas no próximo domingo, dia 29 de maio, para escolher o novo presidente da nação Eleições Colômbia – No último final de semana, os candidatos realizaram o fechamento da campanha, a maioria deles com atos públicos de massa. Federico Gutiérrez, da coligação de direita Equipo por Colômbia, vinculado ao grupo de Álvaro Uribe, ex-presidente, reuniu seguidores na cidade de

    Ler mais

  • El Salvador e o autoritarismo em curso

    El Salvador é um pequeno país da América Central que tem hoje cerca de sete milhões de habitantes, sendo que quase 9% vivem abaixo da linha da pobreza. Os ditos pobres, que vivem com um dólar ao dia, chegam a quase 40%, conforme dados da Cepal (Comissão Econômica para América Latina e Caribe). A situação só não é mais grave porque os 2,5

    Ler mais

  • ONU joga para a plateia

    A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas suspendeu a Rússia do Conselho de Direitos Humanos. O motivo foi o chamado massacre de Bucha, que Moscou nega alegando que foi um episódio armado pela Ucrânia. Mas, mesmo sem se levar a cabo uma investigação segura, a Rússia já foi julgada sumariamente. E, a punição foi o banimento do Conselho. Foram 93 países a

    Ler mais

  • México, a quarta transformação

    Passei vários dias na Cidade do México a convite do INFP (Instituto Nacional de Formação Política) do Morena, partido do presidente López Obrador, dirigido pelo cartunista Rafael Barajas, mais conhecido com El Fisgón. Fui convidado a dar curso de educação popular para um seleto grupo de militantes que se propõe a multiplicar a metodologia de Paulo Freire na criação de equipes de trabalho

    Ler mais

  • A guerra e o Brasil

    Colaborou Isabela Gama O CONVERSA AO VIVO ZONACURVA de 10 de março (quinta) recebeu novamente a mestranda em Relações Internacionais Giovana Branco. Desta vez para discutir os impactos do conflito russo no Brasil. O bate-papo contou com a presença do editor Zonacurva Fernando do Valle e Luis Lopes do portal Vishows. Os impactos do conflito russo para o Brasil são muitos e a

    Ler mais

  • paz ucrânia

    A paz é possível?

    Colaborou Isabela Gama O CONVERSA AO VIVO ZONACURVA de 3 de março (quinta) recebeu a mestranda em Relações Internacionais Giovana Branco para discutir sobre o atual conflito entre Rússia e Ucrânia. O bate-papo contou também com a presença do editor Zonacurva Fernando do Valle e Luis Lopes do portal Vishows. Giovana explica que a Rússia está tentando se reafirmar como uma potência mundial

    Ler mais

  • Câmara aprova urgência para projeto de destruição das terras indígenas

    Indígenas Brasil – O governo brasileiro segue firme no seu intuito de entregar as terras indígenas, que conformam 12% do território brasileiro, para mãos privadas, preferencialmente o agronegócio e a mineração. Ou seja: não basta pegar, tem que destruir. Desde que assumiu o mando do país, Jair Bolsonaro ataca os povos indígenas com o argumento de que não dão lucro para a sociedade

    Ler mais

  • Colômbia e a silenciada guerra contra o povo

    Farcs Colômbia – Não passa um dia sem que se leia nos jornais colombianos sobre o assassinato de algum ex-integrante das FARCs ou alguma liderança social. Agora foi mais um, Gustavo Antônio Torres, na zona rural de Tibú. O ataque contra os sindicatos e movimentos sociais que lutam por direitos ou contra as políticas do governo é feito assim, cirurgicamente, com as mortes

    Ler mais

  • O fascista mora ao lado

    COLABOROU ISABELA GAMA   A LIVE POLÍTICA ZONACURVA do último dia 10 de fevereiro (quinta) contou com a presença do editor Zonacurva Fernando do Valle, Luís Lopes do Portal VISHOW e o advogado Roberto Lamari. O debate foi acerca dos recentes acontecimentos envolvendo falas fascistas e neonazistas. No último dia 7 de fevereiro, o apresentador Bruno Aiub, conhecido como Monark, defendeu a criação

    Ler mais

  • A terceira etapa do nazi-fascismo no Brasil não poderá ser derrotada somente nas urnas

    O recente surto de crimes de apologia ao nazi-fascismo por parte do governo Bolsonaro e seguidores, a existência de células neonazistas, o crescimento do discurso de ódio e da intolerância através do “comitê do ódio do Planalto”, o crescimento de milícias armadas com participação de policiais e até mesmo de militares, o massacre de negros e pobres de periferias, todos estes fatos têm

    Ler mais

  • violência contra negros

    Modos de acabar com uma raça

    Os novos escravos são espancados, enquanto comunicadores na televisão aprovam e ganham dinheiro e fama por açular a massa para o linchamento de marginais. Alguma coisa eles fizeram Existem vários modos de acabar com os negros. No primeiro deles, o mais cruel, é sob tortura e espancamento de ódio. Um linchamento público, com assistência sob o sol, chope e passividade. Se um negro

    Ler mais

  • A aposta latino-americana pela conciliação

    A América Latina está passando por novos processos eleitorais, conduzindo à frente dos governos das pátrias chicas políticos que dizem se posicionar mais à esquerda. Mas, ao que parece, não há em qualquer um deles alguém com a proposta de realizar mudanças estruturais capazes de efetivamente conduzir seus países às transformações significativas para os trabalhadores urbanos, camponeses e oprimidos em geral. No Peru,

    Ler mais

  • Brasil não está quebrado – é a austeridade que sufoca a economia

    Austeridade – A falsa alegação de que o “país está quebrado” usada por Bolsonaro faz parte do terrorismo fiscal semeado pela mídia há anos para naturalizar cortes no orçamento e precarizar o serviço público. Entretanto, a pandemia deixou claro que a austeridade não passa de uma cloroquina econômica liberal. “O Brasil está quebrado, chefe. Eu não consigo fazer nada.” A declaração de Bolsonaro

    Ler mais

  • realismo capitalista

    Há vida fora do realismo capitalista

    Com colaboração de Isabela Gama O CONVERSA AO VIVO ZONACURVA, recebeu no dia 18 de novembro o professor Victor Marques, participante da organização do livro Realismo Capitalista do filósofo e crítico cultural britânico Mark Fisher. O livro, escrito em 2009, chegou no Brasil pela editora Autonomia Literária e traz à tona a discussão acerca da ascensão do neoliberalismo após o fim da União

    Ler mais

  • O caminho da América Latina

    Nuestra América está, como sempre, em ebulição, buscando encontrar um caminho para o bem-viver. Mas, não é fácil. E o principal obstáculo é, sem lugar a dúvidas, a incapacidade dos governos ditos progressistas de fazer as mudanças necessárias, esperadas pelos trabalhadores. É um eterno retorno. Vêm as eleições, as promessas, e quando chega a vitória, tudo se esboroa no andar da carruagem. No

    Ler mais

  • racismonão

    Não existem raças, existe racismo

    Racismo Brasil – Não existem raças, afirma o antropólogo italiano Marino Niola. Elas existem apenas como “mito político”. É preciso excluir a palavra raça dos vocabulários da ciência, do marketing e da Constituição brasileira, cujo artigo 3, inciso XLI, reza: “Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer

    Ler mais

  • Doença mental sob o desgoverno Bolsonaro

    Me refiro ao desequilíbrio mental em brasileiros dignos, estudiosos, necessários para o desenvolvimento econômico e cultural em nosso país. Acompanhem, por favor, e vão notar que não exagero No momento em que escrevo, percebo mais uma trágica semelhança entre o golpe militar de 1964 e o fascismo em 2021 da presidência do Brasil. Eu me refiro ao desequilíbrio mental em brasileiros dignos, estudiosos,

    Ler mais

  • fome brasil

    Tá osso!

    “Coitado, morrera na areia do rio, onde haviam descansado, à beira de uma poça: a fome apertara demais os retirantes e por ali não existia sinal de comida” (Graciliano Ramos em Vidas Secas)   A fome não é um evento natural, um lance do acaso, não é incidental, alhures: a fome é um projeto de governo, uma estratégia propositada de poder, de aprofundamento

    Ler mais

  • Mil noites no Brasil

    Mil dias Bolsonaro – Faça o que fizer, nada vai impedir que o país sangre até o final deste mandato. Negacionismo, descaso, perversidade. O governo em tela passou por uma pandemia dizendo que era uma gripezinha. Não preparou o combate. Milhares morreram por isso. Não havia leitos, nem oxigênio, nem remédios, nem respiradores. Na Amazônia e no pantanal, a vida ardia em labaredas

    Ler mais

  • golpismo bolsonaro

    Vai ter golpe?

    Golpismo – Há algo estranho na conturbação institucional que aflige o país. Vivemos a ameaça permanente de uma ruptura que nunca se concretiza e que não sabemos definir, para além das bravatas enigmáticas e desconexas de Jair Bolsonaro. Tudo parece à beira do colapso, mas não vislumbramos suas possibilidades, nem ações efetivas para impedi-lo. Por um lado, o golpe já ocorreu e Bolsonaro é sua

    Ler mais

  • Mil dias de destruição e mortes

    Desgoverno – A ridicularização do desgoverno Bolsonaro completa mil dias de trevas, resumidos em vagabundagem explícita, indolência, ausência de um plano de governo, cercado pela indigência intelectual e incompetência de espertalhões, pela corrupção de uma matilha de negacionistas evangélicos e uma súcia de militares ineptos, medíocres e aproveitadores de vantagens e privilégios. – Responsável por quase 600 mil mortes (600 mortes diárias em

    Ler mais