Política análise Archives - Página 4 de 5 - Zona Curva
  • pec 241, #nãoapec241, pec o que é, #PecdoFimDoMundo, #nãoapec241, #Elesquepagem, #Queosricospaguem #RuaNeles

    A PEC 241 é ponte para a dor

    por Eliane Tavares Muita gente ouve falar em PEC, mas não sabe o que é uma PEC. É como se fosse um projeto de lei, só que mais importante, porque muda a Constituição. Daí a sua sigla, PEC, Proposta de Emenda Constitucional. No caso do Brasil, a tão comemorada Constituição de 1988, que garantiu uma série de avanços, frutos de importantes lutas sociais pós-ditadura,

    Ler mais

  • Alguns diagnósticos sobre a PEC 241

    por Pablo Ortellado O texto reflete mais ou menos o que sei e penso sobre a PEC 241, que vai congelar os gastos do Estado brasileiro por 20 anos. Para começar, apresento a maneira como entendo os argumentos de quem defende a proposta: para eles, há no Brasil um desequilíbrio fiscal estrutural (isto é, se gasta estruturalmente mais do que se arrecada), com aumentos

    Ler mais

  • referendo-colombia-foto-1

    Colômbia diz não à paz

    por Elaine Tavares Apesar de o governo e as FARC já terem assinado um acordo de paz, com mais de 297 páginas, comprometendo-se a encerrar 52 anos de conflito armado, no plebiscito realizado nesse domingo, a maioria do povo colombiano disse não ao acordo. O resultado foi de 50,24% para o não, e 49,75% para o sim. E ainda que a presença nas urnas

    Ler mais

  • juscelino-kubitschek golpes

    Este texto não é sobre Lula

    por Fernando Bastos Neto Vocês sabem que Juscelino Kubitschek é um dos políticos mais prestigiados do Brasil. Faz algum sentido. Os anos JK são conhecidos como a “Era Bossa-Nova”. O Brasil parecia estar finalmente na direção do desenvolvimento e industrialização. Foi o tempo da construção de Brasília, mas também do Plano de Metas, dos cinquenta anos em cinco, de capitais estrangeiros sendo atraídos,

    Ler mais

  • leonel brizola impeachment dilma

    Brizola volta a falar do calvário de Dilma e do impeachment

    por Marceu Vieira  Ao assistir à inquisição de Dilma no Senado, o cronista digital teve uma nova alucinação e revisitou o baú de lembranças do seu tempo de repórter político. Mais uma vez, surgiu diante dele a memória de Leonel Brizola, e o cronista arrancou do velho trabalhista gaúcho o que ele pensa do martírio e da paixão da presidente em sua crucificação

    Ler mais

  • O repórter como porta-voz da polícia

    por Urariano Mota Sobre o assassinato de uma criança de 10 anos pela polícia, pude observar a falta de investigação, ora, investigação, nem mesmo um distanciamento, da reportagem da televisão que transmitia as informações mais absurdas, como foi no caso de uma criança que dirigia abrindo e fechando o vidro do carro enquanto atirava, como se fosse um supermenino, afinal executado. Mas pude

    Ler mais

  • eduardo suplicy desapropriação

    A prisão de Suplicy, o fim do Ocupa Minc e o tempo de ódio

    por Marceu Vieira A prisão do ex-senador Eduardo Suplicy pela PM de São Paulo e o fim do protesto Ocupa MinC, no Rio, pela Polícia Federal, deram a este cronista digital, na manhã de ontem, a certeza de que o Brasil vive um tempo comprido de ódio e desesperança. Um tempo que, pelo jeito, deve ainda demorar a acabar. Suplicy participava de um

    Ler mais

  • escola sem partido

    Escola sem partido?

    por Frei Betto Nada mais tendencioso do que o Movimento Escola Sem Partido. Basta dizer que um de seus propagadores é o ator de filmes pornô Alexandre Frota. O movimento acusa as escolas de abrir espaços a professores esquerdistas que doutrinam ideologicamente os alunos. Uma das falácias da direita é professar a ideologia de que ela não tem ideologia. E a de seus

    Ler mais

  • sérgio machado delação premiada

    República Federativa do Dedo-Durismo

    por Fernando do Valle O festival de grampos, delações, alcaguetagem explícita e traições não cessa e afundou Brasília em intricada rede de intrigas nos últimos meses. As paredes dos gabinetes do poder têm ouvidos. A sobrevivência é dada na medida em que o indiciado esteja disposto a entregar sócios e correligionários, “tem dedo de seta adoidado” como já avisava em samba o PHD

    Ler mais

  • frei betto esperança

    Meu fio de esperança

    por Frei Betto Sou vivido. Vi o Brasil passar por muitas crises. O suicídio de Vargas, em agosto de 1954, estragou meu aniversário de 10 anos. JK soube, em 1956, contornar a rebelião militar de Jacareacanga. A renúncia de Jânio, em 1961, me levou às ruas pela primeira vez, em defesa da democracia. O golpe militar de 1964 me arrancou da faculdade de

    Ler mais

  • michel temer privatização

    A privatização na (des)ordem do dia

    A disposição do governo interino em oferecer a Petrobras ao capital privado só poderá ser freada por meio da mobilização popular contra o golpeachment por Paulo Kliass*– da Agência Carta Maior As expectativas do povo do financismo eram as melhores possíveis para o período posterior à consumação do golpeachment. De um lado, já estaria solucionado o problema da desconfiança que guardavam com relação

    Ler mais

  • romero jucá michel temer

    Novo abalo político no Brasil: é hora da mídia começar a dizer golpe?

    Novo abalo político é prova de que a remoção da presidenta era o único meio dos adversários evitarem que sejam responsabilizados por sua própria corrupção   por Glenn Greenwlad, Andrew Fishman e David Miranda, do The Intercept, extraído da Agência Carta Maior O país acordou ontem com a notícia das secretas e chocantes conversas envolvendo um importante ministro do recém-instalado governo brasileiro, que

    Ler mais

  • impeachment dilma

    A longa tradição de golpes ‘brancos’ no Brasil

    Engana-se quem pensa que estamos diante de um fenômeno ‘novo’ em nossa história: o que não falta em nossa história são golpes como o de agora. por Flávio Aguiar – de Berlim, publicado na Agência Carta Maior O golpe em curso no Brasil, e que nesta quarta-feira vai atingir um novo momento de clímax com a votação do afastamento da presidenta Dilma Rousseff,

    Ler mais

  • O golpe está nu

    por Guilherme Scalzilli Falta base jurídica às duas denúncias aceitas pela Câmara no pedido de impeachment. Uma não se enquadra na Lei Orçamentária, que embasa constitucionalmente a questão. A outra atende às exceções abertas tanto na própria norma quanto na jurisprudência. Esses fatos já anulam a constitucionalidade do processo. A covarde anuência do STF não o legitima, assim como não legitimou o golpe militar

    Ler mais

  • jornadas bolivarianas ufsc

    Jornadas Bolivarianas – os rumos da crise na América Latina

    por Elaine Tavares Durante três dias, intelectuais do Brasil, Argentina, Colômbia e Equador discutiram a realidade latino-americana que passa por uma nova onda conservadora na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A conjuntura brasileira acabou sendo o foco das atenções em função do “golpe blando” que está em curso, mas, como sempre acontece nas jornadas, os debatedores sempre vão além das aparências e discutem

    Ler mais

  • O Brasil pós dia 17

    por Elaine Tavares O domingo, dia 17, foi trágico e cômico. Trágico porque vimos acontecer, ao vivo, em tempo real, um golpe contra a ainda frágil democracia burguesa brasileira. Um golpe de novo modelo, não mais com canhões e exército na rua, bem ao estilo do que já aconteceu em Honduras  e no Paraguai. Com acusações pueris, sem qualquer comprovação, e sem base

    Ler mais

  • Não há novidades para os pobres

    Não há novidades para os pobres

    por Elaine Tavares A política brasileira deverá definir nesse domingo os destinos da presidência. Num processo de impedimento no qual a ré – no caso, a presidenta Dilma – cometeu crime algum, o “tribunal” armado no Congresso parece não levar em conta a lei. Nenhum argumento legal se sustenta na acusação de responsabilidade que se tenta imputar à Dilma. O trabalho da comissão

    Ler mais

  • mídia democrática

    Os desafios da Telesur

    por Elaine Tavares Quando Hugo Chávez começou a virar a bússola da América Latina para o sul, um dos pontos no qual mais batia era o da comunicação. Como podia o povo de “nuestra América” receber o midiático braço armado do sistema capitalista, a CNN, diuturnamente em suas casas, e não ter um instrumento de comunicação que pudesse dizer a sua voz? Sua

    Ler mais

  • Enquanto o governo afunda

    por Elaine Tavares A jogada do impedimento da presidente Dilma segue de vento em popa, com golpes e contragolpes no âmbito da casa legislativa, a qual abriga a comissão que julga o processo. Uma comissão que já é por si só suspeita, visto que boa parte de seus integrantes está envolvida em corrupção. Não bastasse isso, o próprio presidente da Câmara de Deputados tem

    Ler mais

  • golpe Brasil

    Os novos golpes na América Latina

    por Elaine Tavares Já não é de hoje que se observa o movimento de endireitização na América Latina. A classe dominante nunca esteve quieta, até porque os governos mais progressistas que surgiram não foram revolucionários e buscaram a via pelas instituições burguesas, apostando na democracia liberal, que nada mais é do que a ditadura do capital. Na Venezuela, onde o processo de transformação

    Ler mais

  • o povo não é bobo abaixo a rede globo

    A fábrica de ideologia

    por Elaine Tavares A Globo mostrou ontem, mais uma vez, o que é ser uma fábrica de ideologia. Coloca como herói alguém que trabalha acima da lei, insufla o golpe, escancara sua posição. Nada de novo para nós que fazemos a crítica cotidiana. A mídia comercial é o braço armado do sistema. Há quem diga que não é bem assim, que não é

    Ler mais