Centro Cultural Fiesp recebe mostra sobre o Modernismo Brasileiro

A Exposição Era Uma Vez o Moderno reúne mais de 300 obras e documentos inéditos sobre artistas e pensadores modernistas

O centro cultural Fiesp, em parceria com o Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB/USP), instituição que guarda o maior acervo sobre o modernismo no país, reuniu diários, cartas, manuscritos, fotos e obras dos artistas e intelectuais que fizeram parte de diversas iniciativas em torno da implantação de uma arte moderna no Brasil entre 1910 e 1944.

A exposição fará o público conhecer diversas produções dos autores e pensadores, em especial os que participaram da Semana de Arte Moderna, em 1922, cujo centenário se dará em fevereiro do próximo ano. O público encontrará as obras e reflexões de Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Manuel Bandeira, Cícero Dias, Di Cavalcanti, Osvaldo Goeldi, Ismael Nery, Guilherme de Almeida, Gilberto Freyre, entre muitos outros.

Compreender a importância do debate acerca da possibilidade de se fazer uma arte moderna no Brasil é um dos objetivos da mostra, assim como a diversidade de manifestações e direções do que se convencionou chamar de modernismo brasileiro.

Os visitantes poderão conhecer o diário de Anita Malfatti de 1914, que registra os preparativos da sua primeira exposição individual, realizada em São Paulo. Também poderão ler uma carta escrita por Mário de Andrade para Tarsila do Amaral em 1929, na qual ele comunicava o rompimento da relação de amizade com o também modernista Oswald de Andrade. Para que a experiência fique ainda mais real, a exposição contará com vídeos protagonizados por atores que interpretam alguns artistas modernistas em momentos importantes de suas vidas, bem como da história do movimento cultural.

Ao longo da exposição, haverá à disposição do público áudios acessíveis por QRCODE com comentários e análises feitas pelo curador, além de outras informações históricas e reproduções em formato digital dos documentos e cartas presentes na exposição. Tudo para que ninguém perca nenhum momento importante desta incrível história.

modernismo
O homem amarelo (1915/16) de Anita Malfatti (Fonte: Coleção de Artes Visuais do Instituto de
Estudos Brasileiros da USP, São Paulo, SP)

SERVIÇO: Era Uma vez o Moderno entrou em cartaz no dia 10 de dezembro de 2021 e segue aberta à visitação até 29 de maio de 2022, de quarta a domingo das 11h às 20h, na Galeria de Arte do Centro Cultural Fiesp, que fica localizada na Avenida Paulista, 1313 (em frente ao Metrô Trianon-Masp), a entrada é gratuita.  Quem preferir programar a visita deve acessar o Meu Sesi.

 

 

Summary
Centro Cultural Fiesp recebe mostra sobre o Modernismo Brasileiro
Article Name
Centro Cultural Fiesp recebe mostra sobre o Modernismo Brasileiro
Description
O centro cultural Fiesp, em parceria com o Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB/USP), instituição que guarda o maior acervo sobre o modernismo no país, reuniu diários, cartas, manuscritos, fotos e obras dos artistas e intelectuais que fizeram parte de diversas iniciativas em torno da implantação de uma arte moderna no Brasil entre 1910 e 1944.
Author
Publisher Name
ZonaCurva Mídia Livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *