Jovem cantora Maluk Yeey produz músicas autorais baseadas em experiências pessoais

 

O CONVERSA AO VIVO ZONA CURVA do dia 30 de setembro (quinta) contou com a participação da jovem musicista Maluk Yeey de 17 anos. Ela conversou com Fernando do Valle (editor Zonacurva), Luís Lopes (editor Vishows) e o advogado Roberto Lamari sobre música, ativismo jovem, política identitária e suas próximas produções como cantora.

Nascida no Rio de Janeiro, Maluk começou a ter aulas de teclado logo quando criança e já se apaixonou pelo mundo da música. Depois, ela aprendeu a tocar ukulele e violão, além de dar início as suas composições já na cidade de São Paulo, onde mora hoje. “Comecei a escrever logo quando criança, me inspirei muito na minha avó e na minha bisavó que escreviam. Meu pai também sempre ouviu muita música, o que me influenciou”, contou.

Ainda incerta sobre o estilo musical que segue, ela já gravou 18 músicas autorais, sempre seguindo um ritmo mais calmo em uma mistura de mpb, pop e rock. Suas principais inspirações são de cantores brasileiros como Rita Lee e Tim Bernardes, com quem sonha em fazer uma parceria.

A jovem cantora Maluk Yeey

A cantora contou que as letras de suas composições são baseadas em experiências pessoais. Um exemplo disso é a música “Amigx”, publicada em 2019. “Eu fiz essa música pensando em como eu me sentia diferente, e como meninos em geral me tratavam diferente de outras garotas, como se eu fosse um garoto! E eu me questionava sempre onde era o erro, onde era o ponto, elas são bonitas? Mas é comigo que você conversa quando você precisa! E eu não queria ser vista como um amigo, e sim como uma amiga”, explicou Maluk na legenda de seu vídeo no YouTube.

Sobre o uso das redes para divulgar seu trabalho, ela contou que a internet é uma ótima ferramenta e facilita o reconhecimento de suas criações: “Hoje em dia é muito fácil colocar as músicas na rede. Descobri algumas plataformas digitais que funcionam como distribuidoras online e publicam as minhas produções”. É possível encontrar suas músicas no YouTube e no Spotify.

Durante a live, Maluk também falou sobre como os jovens enxergam a política e debatem temas que antes não eram amplamente discutidos como identidade de gênero. Além disso, ela demonstrou indignação com a postura do presidente Jair Bolsonaro, a quem chamou de “repugnante” e suas declarações preconceituosas: “Para nós, é tudo muito simples, não dá para entender a dificuldade de respeitar”, completou.

Summary
Jovem cantora Maluk Yeey produz músicas autorais baseadas em experiências pessoais
Article Name
Jovem cantora Maluk Yeey produz músicas autorais baseadas em experiências pessoais
Description
O CONVERSA AO VIVO ZONA CURVA do dia 30 de setembro (quinta) contou com a participação da jovem musicista Maluk Yeey de 17 anos. Ela conversou com Fernando do Valle (editor Zonacurva), Luís Lopes (editor Vishows) e o advogado Roberto Lamari sobre música, ativismo jovem, política identitária e suas próximas produções como cantora.
Author
Publisher Name
Zonacurva mídia livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *