O lirismo de Leonard Cohen em um mundo rude  

por Fernando do Valle Leonard Cohen -O bardo canadense Leonard Cohen se foi na noite de quinta (10 de novembro) na cidade norte-americana de Los Angeles aos 82 anos. O lírico Cohen transformava dores de cotovelo, paixões desesperadas, despedidas que habitam nosso mundo rude em canções lapidadas com sua sensibilidade, foi alquimista da metamorfose do subjetivo em arte de alto quilate. Confesso que … Continue lendo O lirismo de Leonard Cohen em um mundo rude