Todos à rua no #forabolsonaro do dia 2

#forabolsonaro – Centrais sindicais (CUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST, CSB, CSP-Conlutas, Intersindical e a Pública) estão convocando manifestações no dia 2 de outubro (sábado) para pedir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Inicialmente organizado pela esquerda, o movimento busca receber partidos e pessoas de quaisquer posicionamentos políticos, desde que sejam pelo impedimento de Bolsonaro.

No início de setembro, os representantes dos trabalhadores publicaram nota convocando a população para participar das manifestações.

 “Vamos ocupar às ruas em protesto contra o caos que representa, ao país, ter o mitômano Jair Bolsonaro na Presidência da República: desemprego recorde, fome, carestia, inflação, corrupção, retirada de direitos, desmonte dos serviços públicos e das estatais, ataques à democracia, à soberania e às liberdades, atropelo da ciência e desprezo à vida”.

Os sindicatos afirmaram também a insatisfação com a conduta do presidente diante da crise sanitária, afundando o país em outras crises que diminuem a qualidade de vida dos brasileiros. Segundo eles, as manifestações são essenciais à democracia e devem pressionar pela responsabilização de Bolsonaro pelos atos ilícitos que pratica.

“A voz das ruas tem que ser ouvida, e nós seremos essas vozes no 2 de outubro e em todas as datas que vierem, até que Bolsonaro seja afastado para ser julgado pelos crimes que cometeu e comete diariamente contra os brasileiros, até que ele responda pelo genocídio que tirou as vidas de quase 600 mil pessoas na pandemia de Covid-19, pelo desemprego que atinge 100 milhões e pelo desalento que causa miséria e fome”, diz a nota

Divulgação Manifestações 2 de outubro

Antes dispensando a participação de movimentos como o MBL, que colaboraram para o impeachment da então presidenta Dilma Rousseff, os partidos de esquerda esperam atrair o apoio de todos que possam contribuir na luta contra o desgoverno de Jair Bolsonaro. Com a participação de toda a massa insatisfeita com a gestão do governo, as centrais sindicais enxergam maior possibilidade de obter resultado positivo no afastamento de Bolsonaro da Presidência da República.

As manifestações estão previstas para todo o Brasil e até em outros países, organizadas por, além das centrais sindicais, outras 80 entidades representadas por Frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo, Frente Nacional Fora Bolsonaro e alguns partidos como o PT e o PSOL.

A previsão é de que ocorra pela manhã na maior parte do Brasil, e no período da tarde na Avenida Paulista.

Locais e horários das manifestações de 2 de outubro

São Paulo – SP: Masp (13h)

Salvador – BA: Campo Grande (9h)

Fortaleza – CE: Praça da Bandeira (8h)

Belo Horizonte – MG: Praça da Liberdade (15h30)

Rio de Janeiro – RJ: Candelária (10h)

Brasília – DF: Museu Nacional (15h30)

Florianópolis – SC: Largo da Alfândega (15h)

Teresina – PI: Praça do Rio Branco (8h)

Porto Alegre – RG: Largo Glenio Peres (15h)

Recife – PE: Praça do Derby (9h)

 

Com colaboração de Carolina Raciunas

Summary
Todos à rua no #forabolsonaro do dia 2
Article Name
Todos à rua no #forabolsonaro do dia 2
Description
Centrais sindicais (CUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST, CSB, CSP-Conlutas, Intersindical e a Pública) estão convocando manifestações no dia 2 de outubro (sábado) para pedir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Inicialmente organizado pela esquerda, o movimento busca receber partidos e pessoas de quaisquer posicionamentos políticos, desde que sejam pelo impedimento de Bolsonaro.
Author
Publisher Name
ZonaCurva Mídia Livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *